3º Encontro de Voadores é considerado sucesso

O evento reuniu cerca de duas mil pessoas e 46 aeronaves de vários locais do país

Foi realizado no Aeroporto Municipal, entre os dias 1º e 2 de junho, o 3º Encontro “Amigos Voadores de Ituverava”. Com entrada franca, o evento reuniu cerca de dois mil participantes de vários estados do país.
Com intuito de reunir os amantes da aviação, o encontro promovido por aficionados por aviões, entre eles o piloto experimental Ecir Cheruti Galindo e pelo piloto instrutor de Trike, Fábio Henrique de Lima Santos, da cidade Lins, contou com cerca de 46 aeronaves, como trike, ultraleve, avião experimental, girocoptero, balão, entre outras.
O piloto Fábio de Lima fala sobre a repercussão do evento. “As nossas expectativas foram superadas e o encontro foi excelente. Claro que temos muito a melhorar, principalmente no setor de alimentação. Por isso, pretendemos, no próximo ano, contratar uma equipe especializada para não corrermos nenhum risco. Concluímos que é preferível cobrar um pouco mais e oferecer mais qualidade aos participantes”, disse.
Público
“Recebemos cerca de duas mil pessoas e quarenta e seis aeronaves, um número fantástico, porém um grande público não ficou sabendo do encontro. Caso contrário, chegaríamos facialmente entre sete a dez mil pessoas”, afirma.
“Não foram registrados incidentes e todos voaram em perfeita harmonia e sintonia, obedecendo e respeitando as normas de segurança. As festas à noite foram maravilhosas, assim como as bebidas e a apresentação das bandas. Foi uma grande confraternização e todos viveram uma experiência além do que esperávamos”.

Balão

Segundo Fábio Henrique de Lima Santos, para quem aprecia a aviação experimental e acrobacias, o encontro permitiu assistir apresentações inenarráveis. “O balão para fechar a tarde foi algo mágico e emocionante. Ituverava está de parabéns por sediar um evento nesse nível”, destaca Fábio Lima. O piloto experimental, Ecir Cheruti Galindo também elogia o evento. “Foi maravilhoso e quem compareceu adorou. As acrobacias foram sensacionais, com apresentação de um ex-integrante da esquadrilha da fumaça e de balonismo, e por um piloto de Ribeirão Preto, que participa de campeonatos mundiais”, observa Galindo.