Alunos da Etec desenvolvem Carteirinha Virtual

Aplicativo propõe que os alunos usem seus celulares, ao invés da antiga carteirinha de estudante

SAMSUNG CSC

Os alunos do curso de Redes de Computadores e Técnico em Informática Integrado ao Ensino Médio, da Etec José Ignácio Azevedo Filho, criaram um aplicativo de identificação para ser usado por todos os alunos da escola, a Carteirinha Virtual. A proposta faz parte de um projeto inovador para modernização do processo de identificação dos alunos. O app, que começou a ser desenvolvido no início do ano, propõe que os alunos usem seus celulares, ao invés da antiga carteirinha de papel do estudante.
Segundo o coordenador do curso técnico em Redes de Computadores, Argeli Pedro de Lima, a ideia surgiu em decorrência de diversos problemas relacionados a documentos de papel. “O app evitará que os alunos percam o documento, estraguem, fraudem, entre outros problemas”, observa.
“A tendência é que a virtualização de todos os documentos, eu será uma realidade muito próxima, como o novo documento digital, que poderá ser emitido pelos brasileiros, como o DNI (Documento Nacional de Identidade), que será lançado no segundo semestre desse ano. O documento pode substituir diversos documentos, entre eles o CPF, RG”, explica

Download
O app já está disponível gratuitamente para os alunos da Etec, na plataforma Play Store para celular com Android, e logo estará disponível na Apple Store, para celulares com IOS. No entanto, para fazer o download da Carteirinha Virtual, é necessário conexão com a internet.
Feito o download do app, o aluno entra com os dados de acesso que estão registrados na antiga carteirinha. Depois não é necessário conexão com a internet, pois os dados e a foto do aluno ficam armazenados no próprio celular.
Ainda de acordo com o coordenador, a amplitude do projeto fez com que o processo de criação fosse dividido em duas partes. “De modo que, um grupo trabalhou com a criação do app e outro com a parte administrativa”, conta.
“Com isso, foi possível envolver dois cursos diferentes em um mesmo projeto. Quem ganha com isso são os alunos, que, além de aprenderem a trabalhar com projetos, ainda criaram algo útil na rotina da escola”, completa Argeli Pedro de Lima.
Para a diretor da Etec, Marcelo Inácio da Silva, a inovação da Carteirinha Virtual, desenvolvida pelos professores Argeli e Rita Flaviana Vitolano, vem de encontro a necessidade da escola. “Utilizando uma linguagem cotidiana dos alunos, que é a dos aplicativos nos smartphones. Além de colaborar com a segurança dos alunos e nos controles de registros internos, com apenas um toque no celular, é possível o acesso direto à carteirinha virtual”, destaca.
Documental Nacional de Identificação Digital (DNI)
A partir do segundo semestre deste ano os brasileiros poderão emitir o novo formato de identificação oficial e digital, o Documental Nacional de Identificação Digital (DNI]). O objetivo é integrar vários registros como o CPF e o título de eleitor em um único documento.
O (DNI) permite digitalizar documentos oficiais de identidade física. A novidade vai oferecer acesso ao Cadastro de Pessoa Física (CPF), Título de Eleitor e certidões de nascimento e casamento online pelo app Vio – também responsável pela Carteira Nacional de Habilitação (CNH Digital).
Os interessados poderão baixar o aplicativo pelas lojas oficiais, Google Playe App Store, para celulares Android e iPhone (iOS).

Opinião

Os alunos do curso Técnico de Redes de computadores, da Etec, opinaram sobre o novo aplicativo.

“A ideia é bem inovadora na região e facilita muito a entrada no ambiente escolar, pois não precisamos nos preocupar mais quando esquecermos a carteirinha. Além do que, é bem mais acessível, pois basta acessar o aplicativo no celular e mostrar para o guarda permitir a entrada”.
Thales Alves Marra

“É bem mais fácil carregar o celular do que um documento de papel. Além disso, não preciso perder alguns segundos para procurá-lo na mochila, pois só preciso do celular”.
Guilherme Massariolli

“O projeto é inovador e promissor, tanto que o aderi ao meu Trabalho de Conclusão de Curso, que conto com a supervisão de Argeli Pedro de Lima, que também foi responsável pelo projeto da Carteirinha Virtual”.
Rafael Vitor Ramos