Apae promove evento alusivo ao Dia da Conscientização do Autismo

Transtorno no desenvolvimento do cérebro que afeta cerca de 70 milhões de pessoas em todo o mundo

Alunos e equipe da Apae em atividade
no Dia da Cosncientização do Autismo

O dia 2 de abril, foi instituído como o Dia Mundial de Conscientização do Autismo, como forma de conscientizar a população sobre o que é o transtorno no desenvolvimento do cérebro que afeta cerca de 70 milhões de pessoas em todo o mundo.
Em Ituverava, a Associação de Pais e Amigos de Excepcionais (Apae), promoveu entre os dias 1º a 5 de abril, a 2ª Semana de Conscientização do Transtorno do Espectro Autista, com uma ampla programação, que incluiu bate-papos, várias atividades culturais e recreativas voltadas aos alunos.
Na abertura, 1º de abril, foi realizado um bate-papo aberto ao público, com especialistas, que discorreram sobre o tema “Autismo, é preciso conhecer”. No dia 2, terça-feira, os alunos participaram da Sessão Azul, com exibição do filme “Procurando Dory”, no Centro Cultural “Cícero Barbosa Lima Júnior”.
Na terça-feira, a Apae promoveu um dia de recreação em suas instalações, com brinquedos da Sandra Peixoto e foram servidos lanches especiais. Na quinta-feira, 4, outras atividades recreativas foram desenvolvias, desta vez, com participação dos responsáveis pela entidade.
Fechando a Semana de Conscientização do Autismo, na sexta-feira, 5 de abril, os alunos participaram pela manhã, do Agita Ituverava, na Praça Dez de Março, e depois receberam a visita dos Doutores da Alegria.

Conscientização
A diretora pedagógica da Apae, Lucymara Bertinatto de Carvalho Sanches, fala sobre o evento. “A importância da Semana de Conscientização do Transtorno do Espectro Autista (TEA) é despertar a sociedade quanto a necessidade da inclusão e respeito aos indivíduos com TEA”, disse.
“Lembrar a data também serve como alerta sobre o aumento da incidência do transtorno e promover diálogos relacionados às políticas públicas, de educação e saúde”, afirma.
A Apae de Ituverava, segundo Lucymara, é a única instituição da Alta Mogiana que conta com uma equipe multidisciplinar exclusiva para o tratamento do TEA. “A equipe oferece atendimento individualizado, apoio aos familiares e promove a interação social e a inclusão escolar na rede regular”, completa Lucymara.

Instituição

A Apae de Ituverava, que é referência na Alta Mogiana em atendimento ao Transtorno do Espectro Autista (TEA), atualmente atende a 46 alunos no PATEA (Programa de Atendimento do Transtorno do Espectro Autista).
A instituição conta com uma equipe multidisciplinar, formada por profissionais das áreas de pedagogia, educação física, psicologia, fonoaudiologia, fisioterapia, terapia ocupacional, enfermagem, psiquiatria, neurologia e ortopedia, totalizando 27 funcionários.
Mais fotos do evento no site www.tribunadeituverava.com.br.

Autismo: é preciso as pessoas se conscientizarem

O Dia Mundial de Conscientização do Autismo, foi criado pela ONU – Organização das Nações Unidas, em 2008, para conscientizar a população mundial sobre esse transtorno neurológico que atinge 2 milhões de brasileiros e mais de 70 milhões de pessoas no mundo todo.
O autismo faz parte de um grupo de desordens do cérebro chamado de transtorno invasivo do desenvolvimento (TID). Os principais sintomas são fobias, agressividade, dificuldade de aprendizagem e relacionamento. Importante ressaltar que existem diferentes graus e tipos de autismo, que atuam de forma única em cada pessoa. Também chamada de Transtorno do Especto Autista (TEA), o autismo engloba três quadros clínicos principais:
Autismo clássico: comprometimento nas áreas de interação, comportamento e linguagem, além de relevante déficit cognitivo.
Autismo de Alto funcionamento (Síndrome de Asperger): os portadores conseguem se expressar através da fala e são muito inteligentes, acima da média da população. Essa síndrome foi atribuída a grandes gênios da história do mundo como Leonardo Da Vinci, Michelangelo, Mozart e Einstein. Distúrbio Global do Desenvolvimento: em características do TEA, como alteração de interação e comportamento, mas não há um diagnóstico fechado.

Atenção com as crianças
Nas crianças, as principais alterações são na interação social, no comportamento repetitivo e na ausência ou atraso significativo do desenvolvimento da linguagem oral. Sempre válido se atentar para qualquer um desses sintomas.
Ainda sem cura, o autismo pode ser controlado com diversos tipos de tratamento e quanto mais cedo, melhor.
Livros que abordam o tema
A literatura vem abordando o autismo de forma suave e compreensível para aqueles que se enquadram no espectro, para quem conhece ou até mesmo para quem nunca ouviu falar sobre o TEA.
As obras destinadas à temática mostram as características presentes no autismo e apresentam formas de conviver com elas, destinadas a qualquer pessoa que tenha interesse sobre o assunto. Uma delas é “O menino só”, de Andrea Viviana Taubman.

Prefeitura promove sessão de cinema para assistidos da Apae

Alunos da Apae assitem filme no Centro Cultural

A Prefeitura, através da Secretaria da Cultura, Turismo e Lazer e a APAE (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais) de Ituverava promoveram uma sessão de cinema para os assistidos da entidade. O evento foi terça-feira, 2 de abril, Dia Mundial de Conscientização do Autismo.
Segundo a Assessoria de Imprensa da Prefeitura, os alunos estavam acompanhados por professores, cuidadores e profissionais da Apae, e assistiram a animação “Procurando Dory”, no Centro Cultural “Professor Cícero Barbosa Lima Júnior”.
O evento foi organizado pelo Secretário da Cultura, Turismo e Lazer, Wlamir Tony Lucas Ribeiro, representado a prefeita Adriana Quireza Jacob Lima Machado; pela equipe da Apae, Lucymara Bertinatto de Carvalho Sanches – diretora pedagógica, representando o presidente da APAE, Márcio Roberto Gonçalves Vieira, Rosângela Borini – diretora administrativa e Ana Carolina Borini – psicóloga.

Instituição importante

Segundo o secretário da Cultura, na ocasião também foram distribuídas pipoca para os alunos. “Ficamos muito felizes pela oportunidade de proporcionar bons momentos para os assistidos da Apae de Ituverava, que é uma instituição muito atuante e importante em nosso município. Muito obrigado a todos que tornaram possível esse evento”, agradece Wlamir Tony Lucas Ribeiro.
A prefeita Adriana Quireza Jacob Lima Machado elogia a iniciativa dos organizadores do evento. “Parabenizo a Secretaria da Cultura, Turismo e Lazer e a direção da Apae de Ituverava pela realização desse evento que, com certeza, todos ficaram muito felizes. É muito importância que essa data não passe em branco, pois devemos cada vez mais conscientizar a população sobre o autismo. Parabéns a todos pelo trabalho”, ressalta a prefeita.