Autor ituveravense lança Centelhas de Luz seu 16º livro

O escritor Fábio Rodrigues Pereira

O escritor ituveravense Fábio Rodrigues Pereira, 74 anos lançou recentemente, seu 16º livro. A obra intitulada “Centelhas de Luz”, com 52 páginas, traz uma proposta diferente das suas outras produções, com uma coletânea de poemas religiosos.
O livro é composto por 23 poemas, como “Os caminhos da vida”, “A boa semente”, “Porque insistem em vender Jesus?!”, “Nos domingos da riqueza”, “Lição de Vida”, “Milagre Divino” e “Educação Cristã”.
Fábio revelou em entrevista à Tribuna de Ituverava, que para compor o livro, reuniu poemas que ele catalogou ao longo da vida. “Decidi embarcar nesse tema, pois gosto de diversificar e fazer sempre diferente dos últimos livros. Por exemplo, mal terminei essa e já estrou trabalhando na próxima, que inclusive é um pouco mais trabalhosa e desafiadora”, conta.
Ainda que cada obra seja um novo desafio, ele ressalta não ter encontrado dificuldades para escrevê-la. “Dediquei-me a essa obra, porque está no meu sangue escrever. É um dom que tenho, que me permite saber escolher as palavras exatas e continuar criando e contando histórias, sem encontrar muitas dificuldades”, completa o autor ituveravense.
Para adquirir o livro, os interessados devem entrar em contato pelo telefone 3729-5728 ou se dirigir a casa do autor, à Rua Cel. Irlandino Barbosa Sandoval, 253.

O autor

Fábio Rodrigues Pereira, nasceu em 11 de outubro de 1944. Natural de Ituverava, é filho de João Rodrigues Pereira e Maria Rosa Pereira. Casou-se em 11 de setembro de 1965, com Cecília Maria da Silva Pereira. A união resultou em sete filhos, treze netos e uma bisneta, suas maiores riquezas.
Ele escreveu ao longo dos anos, várias obras: Prisioneiro do Amor, Eleição dos Bichos, Acrósticos, Edis, Motorista Inaptos, Epopeia dos Bichos, Ponto de Vista, Família Talentosa, Tatu de Dois Rabos, Quadrinhas Enquadradas, No Rancho do Pé da Serra, Reeleição na Floresta, Relicário dos Valisis, Metáforas e Trocadilhos.
Compositor
Além de escritor, Fábio é compositor de várias músicas: “Prisioneiro do Amor”, gravada por “Pé da Serra & Mateuzinho”, “Carro Velho”, por “Guará e Paulo Santos”, “Minhas Horas Sem Você” e “Carro Velho”, por “Josimar e Toni Edson”, “Sobe e Desce”, por Piray & Porto Alegre”.
O compositor é registrado na SICAM – Sociedade Independente de Compositores e Autores Musicais, com o número 9287 e na ABC – Associação Brasileira de Compositores, com o número 223.