Câmara concede Título de Cidadão Ituveravense a farmacêutico

O vereador
Rafael Gabiru

A Câmara de Ituverava aprovou, por unanimidade, o Título de Cidadão Ituveravense ao farmacêutico Eurípedes Pistore. O Projeto de Decreto Legislativo Nº 003/19 é de autoria do vereador Rafael Gabiru.
Em sua justificativa, o vereador afirma que o homenageado é um cidadão íntegro, profissional sério e competente, que sempre atendeu as pessoas com muito carinho e atenção. “Ele começou a trabalhar aos nove anos na Farmácia Nossa Senhora das Graças, de José de Aquino de Oliveira, Mário Alves Ferreira e Eurico Alves Ferreira (“Oriquinho da Farmácia”)”, explica.
“Ele iniciou sua carreira na farmácia aos 9 anos e, aos 12 anos, já aplicava injeções com presteza, cuidados e competência. Pistore trabalhou por 36 anos na farmácia Nossa Senhora das Graças, que era instalada na Praça 10 de Março, próximo ao SAAE”, afirma Gabiru.
“Depois, trabalhou na Farmácia Ituverava, de propriedade de Ariovaldo Vieira de Matos. Também passou pela Drogaserv, de Romeu Vardasca. Hoje, está na farmácia Poupe Já, antiga Erva Doce, atendendo com a mesma atenção e solicitude, junto aos colegas de trabalho Mayara, Ana Carolina, Fransérgio e Júlia”, diz.
Retidão
“Católico, Eurípedes Pistore sempre participou de grupos da igreja, frequentou os Vicentinos e as conferências São Francisco de Assis e São Tomaz de Aquino. É um cidadão voltado para a família, sempre está presente quando um amigo solicita e é um cidadão de coração aberto”, observa Rafael Gabiru.

Família

Eurípedes Pistore nasceu em Buritizal, em 3 de junho de 1946, filho de Luiz Pistore e Emerenciana Gomes Pistore, oriundo de uma família de seis irmão, estudou no Grupo Escolar Fabiano Alves de Freitas e se especializou em curso técnico de Contabilidade, Enfermagem e Farmácia.
Ele é casado com Cleusa Ameloti Pistore (in memoriam), e são suas filhas Fernanda Ameloti Pistore, casada com Agnaldo Eleotério; Fabíola Ameloti Pistore, casada com Luís Cláudio da Silva e Flávia Ameloti Pistori, casada com Vinícius Paschoin Noleto, e netos Humberto, Maria Fernanda e Maria Valentina. Foi também um pai presente de sobrinhos e filhos do coração, Luciano Ameloti Barduco, casado com Amélia Barduco Magalhaes (in memoriam) e seus filhos Amanda e Pedro.