Com 1,4 mil suspeitos, Franca trava batalha contra a dengue

Com 1.463 casos suspeitos de dengue – uma média de 35 novas notificações por dia – Franca ainda trava uma luta contra a proliferação do mosquito Aedes aegypti, transmissor da doença e também do zika vírus, chikungunya e febre amarela. E, para vencer esta guerra, é fundamental a participação da população que é a principal responsável por eliminar os possíveis criadouros do grande vilão nesta batalha.

 Para reforçar o trabalho contra a dengue a administração aumentou o número de arrastões, visitas feitas casa a casa e também tem trabalhado juntamente com equipes especiais para o atendimento dos pacientes sempre que os mesmos apresentarem sintomas. Apesar disso, segundo o secretário de Saúde, José Conrado Netto, a parceria da população continua sendo um dos fatores principais para evitar que mais casos sejam registrados. “É fato que a participação da população é muito importante, abrindo suas portas para os agentes, claro que sempre uniformizados e com identificação, para que os mesmos realizem as orientações sobre como eliminar os criadouros. Outro ponto importante é que sempre que apresentar os sintomas os pacientes procurem orientação médica”, disse em entrevista ao Portal GCN.  Ontem, durante uma breve volta em bairros como os jardins Dermínio, Santa Bárbara, Aviação, Esmeralda, Distrito Industrial e Parque dos Lima a reportagem do Portal GCN, mesmo com as ações recorrentes da Secretaria de Serviços e Meio Ambiente, além da busca por conscientização dos moradores, encontrou diversos terrenos com sacos plásticos, copos, garrafas, pneus, sofás, caixas de papelão e até casinhas de cachorro descartadas incorretamente e de forma que acumulam água e podem servir para a proliferação dos mosquitos.  Arrastão de limpezaMais de 40 toneladas de inservíveis foram retirados na região Sul, no último fim de semana, em 12 bairros da região Sul. A partir deste mês a Prefeitura realizará dois arrastões de limpeza mensais. O objetivo é que com as operações de limpeza ainda mais frequentes não restem produtos deixados de forma que possam servir como criadouros do mosquito. O próximo Arrastão de Limpeza está marcado para o dia 23, na região Oeste. Antes disto, no próximo sábado, 16, agentes de vetores e de saúde realizarão uma operação casa a casa, numa campanha de âmbito regional. PrevençãoPara evitar os criadouros e proteger sua família da dengue alguns cuidados básicos são essenciais: tampe os tonéis e caixas d’água; mantenha as calhas sempre limpas; deixe garrafas sempre viradas com a boca para baixo; mantenha lixeiras bem tampadas; deixe ralos limpos e com aplicação de tela;limpe semanalmente ou preencha pratos de vasos de plantas com areia; limpe com escova ou bucha os potes de água para animais; retire água acumulada na área de serviço, atrás da máquina de lavar roupa.

Fonte: www.gcn.net.br