Comércio de Ituverava cumpre ordem e fecha as portas contra o coronavírus

Quarentena começa a valer nesta terça-feira, 24, em todo o estado de SP

Começou a valer na última segunda-feira, 23 de março, o decreto assinado pela prefeita de Ituverava, Adriana Quireza Jacob Lima Machado, que restringe o atendimento presencial de todos os estabelecimentos comerciais do município, para conter a pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

No caso de hospitais, clínicas médicas, odontológicas e veterinárias, farmácias, supermercados, postos de combustível, padarias, açougues e serviços de entrega domiciliar de qualquer natureza, a normal é mais flexível.  Serviços de limpeza pública e privada também continuam funcionando normalmente.

Desde então, Ituverava tem acordado nos últimos dias, com ruas desertas e mais silenciosas, principalmente a Av. Dr. Soares De Oliveira e Rua Dr. Adhemar de Barros, onde se concentram grande parte do comércio local.

Quarentena

A maior parte dos ituveravenses, seguindo as orientações do Ministério da Saúde, têm optado, quando pode, por se manter em casa, em quarentena. A quarentena é um recurso usado há muito tempo para evitar que doenças se espalhem. Geralmente implica manter um grupo de pessoas separado e isolado do público em geral.

Apesar disso, ainda há quem insista em deixar sua residência. Por isso, vale ressaltar a importância da estratégia para o combate a essa pandemia mundial, principalmente para pessoas que integram os grupos de risco, formados por idosos e pessoas com doenças crônicas.

Durante os próximos dias, com o avanço da doença, a prioridade é investir em ações de prevenção e uma das principais é ficar em casa. Hábitos simples de higiene, como lavar as mãos com frequência e usar álcool gel, também podem ajudar neste momento, assim como evitar lugares públicos e aglomerações para impedir o contágio.

Outras medidas

O decreto ainda determina que os estabelecimentos que seguem abertos deverão tomar algumas medidas preventivas, como intensificar as ações de limpeza, disponibilizar álcool em gel aos seus clientes e promover medidas que controlem o fluxo de pessoas, restringindo acesso para evitar aglomeração e manter uma distância de ao menos dois metros entre as pessoas.

Decreto Estadual passa a valer a partir desta terça

A partir desta terça, 24 de março, começa a valer em todo o estado de São Paulo, o decreto do governador João Doria (PSDB) que determina quarentena de 15 dias.

A medida tem validade até 7 de abril e impõe o fechamento de estabelecimentos comerciais que não estejam entre os serviços essenciais de alimentação, saúde, abastecimento, limpeza urbana, segurança pública e bancos. O decreto recomenda que a circulação de pessoas no estado se limite às necessidades imediatas de alimentação, cuidados de saúde e exercício de atividades essenciais.

Segundo o Ministério da Saúde, até a última segunda-feira, 23, foram confirmados 1.891 casos e 34 mortes por covid-19 em todo o país. O estado de São Paulo lidera com 745 casos e 30 mortes.