Eclipse lunar é visto na maior parte do país; veja imagens do fenômeno em Franca

Em Franca, o fotógrafo William Borges, do GCN, conseguiu registrar o fenômeno no céu observado na rodovia João Traficante.

No fim da tarde e na noite desta terça (16), acontecerá um eclipse lunar observável na maior parte do Brasil. O evento astronômico coincide com o aniversário da partida da missão Apollo 11, a primeira a levar humanos para a Lua. O fenômeno acontece quando Sol, Terra e Lua se alinham nessa ordem e, assim, o planeta faz uma “sombra” na imagem do satélite natural.

Em São Paulo e em Fortaleza, o eclipse será visível a partir das 17h30; em Brasília, a partir das 17h50, no horário local. A lua já vai nascer com o eclipse já próximo de seu auge, que acontece às 18h30.

Nessas cidades e em boa parte, o satélite natural será coberto em até 65% pela sombra da Terra.

Em Franca, o fotógrafo William Borges, do GCN, conseguiu registrar o fenômeno no céu observado na rodovia João Traficante, na saída de Ibiraci (confira mais imagens abaixo). 

Em cidades como Rio Branco, mais a oeste, o eclipse começa duas horas mais tarde, às 17h23, no horário local, e terá um máximo de sombra de 36,5%.

Para observar o fenômeno, basta localizar a lua e olhar para o céu -de preferência não encoberto. Não é necessário nenhum tipo de equipamento especial.

O evento começa a perder graça a partir das 20h de Brasília, quando a lua vai para zona de penumbra, quando o eclipse deixa de ser tão perceptível para observadores amadores.

Eclipses lunares não são eventos tão raros: o último evento total, conhecido como lua de sangue, aconteceu na madrugada de 20 para 21 de janeiro de 2019.

*Com informações da Folhapress

Fonte: www.gcn.net.br