Festival do Chope da Apae será no próximo sábado, dia 23

Festa do Chope realizada na Apae

Será realizado no próximo sábado, 23 de fevereiro, o 4º Festival de Chope, promovido pela Loja Maçônica 16 de Julho, com o objetivo de conseguir recursos para a Associação de Pais e Amigos Excepcionais (Apae). A festa será no Núcleo Cultural “Dr. Paulo Borges de Oliveira” (Salão Social da Apae), ambiente totalmente climatizado, das 21h às 2h,
Os convites, que custam R$ 100, dão direito a uma caneca, consumo de chope claro e escuro à vontade, refrigerantes, água e open food de comida de boteco. A apresentação musical será do eclético cantor Beto Costa, de São Joaquim da Barra, que promete animar o público com repertório variado.
Em entrevista concedida à Tribuna de Ituverava, o presidente da Loja Maçônica 16 de Julho, Wesley Di Tanno Oliveira, fala sobre sobe o evento. “A expectativa é a melhor possível, pois acreditamos no mesmo sucesso alcançado nos três festivais anteriores. Colocamos à venda 600 convites e, a procura está sendo grande, mas ainda podem ser encontrados na Farmasil, na Av. Dr. Soares de Oliveira – 294; GM Materiais Elétricos, na Praça 10 de Março – 6; Vidraçaria Estrela, Av. Dr. Soares de Oliveira – 826, ou com integrantes da Loja 16 de Julho”, diz.

Expectativa

Fundada em 1991, a Apae de Ituverava é considerada uma das mais bem conceituadas e administradas do Estado, atendendo a 130 portadores de deficiências intelectual e múltipla. O atual presidente da entidade é o engenheiro elétrico Márcio Gonçalves Vieira
O trabalho que tem sido desenvolvido pelas diretorias da Apae de Ituverava ao longo dos anos é admirável. A comunidade deveria visitar a entidade e comprovar a eficiência e atendimento da equipe.
A entidade oferece cuidados que vão além da educação. Prova disso é que os alunos têm à disposição atendimento ambulatorial, fonoaudiológico, médico, psicológico, fisiotepeutico e desenvolvimento de atividades de terapia ocupacional. Os alunos também participam de diversas atividades de lazer e recreação, como visitas e apresentações artísticas. A Apae também desenvolve um importante trabalho com autistas de 21 cidades da região.