Grupo de psicólogas promove discussão sobre saúde do homem

Na última terça-feira, 12 de novembro, o Grupo de Psicólogos de Ituverava promoveu, na sede do Grupo ASA (Amizade, Solidariedade e Amor), mais uma Escuta Social, com a participação das psicólogas Ana Cláudia Pinheiro Carreira, Luana Martins e Zélia dos Santos.
Também esteve presente a coordenadora do Grupo ASA, Luiza Helena Ferreira e outros convidados. No evento, foi promovido um bate-papo sobre a saúde do homem, abordando especialmente o câncer de próstata.
A coordenadora da entidade destacou que as dificuldades que os homens enfrentam na busca por atendimento influenciam negativamente na hora do diagnóstico. “Em outras palavras, a cultura machista – no sentido de idealizar os homens na figura de heróis, fortes, insensíveis, etc – cria indivíduos dependentes do cuidado de mulheres, o que impede que possam aprender a pensar por conta própria em suas necessidades”, afirma a coordenadora do Grupo ASA.

Negação

“Desse modo, eles deixam de procurar os profissionais da saúde, relutam em aceitar as orientações, desenvolvendo facilmente um mecanismo de negação aos problemas da vida. Essa negação leva um grande número de homens a terem medo, disfarçado através de brincadeiras, do enfrentamento”, afirma Luiza Helena Ferreira.
“Tanto é assim, que apesar da estatística apontar um avanço na quantidade de homens que passaram a procurar o exame retal nos últimos anos, esse número ainda é abaixo do esperado. Segue o convite ao diálogo e busca de conhecimento”, destacam as psicólogas.