Ituveravense integra 1ª Comissão de Mulheres do STJD

Composta por 10 advogadas de diferentes setores do país, foi criada no início desse mês, a primeira Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) formada exclusivamente por mulheres para julgar apenas os casos do futebol feminino. Dentre as integrantes está a ituveravense Desirée Emmanuelle Gomes dos Santos, que há anos vem se destacando nessa área de atuação.
Em entrevista concedida à Tribuna de Ituverava, ela fala sobre a escolha. “A comissão deu início aos procedimentos em meados de junho desse ano, quando o presidente do Superior Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol, Paulo César Salomão Filho, anunciou a criação de referida comissão. Para a seleção era necessário ser formada em Direito e ter conhecimento da Legislação Desportiva”, explica.
“Foram recebidos mais de 100 currículos para compor a bancada da 6ª Comissão do Tribunal. Normalmente, os integrantes são escolhidos por indicações de integrantes do próprio Tribunal, mas nesse caso ocorreu por avaliação de currículo, para se buscar as melhores profissionais, construindo uma comissão com mulheres de diversas partes do país, com conhecimentos técnicos”, ressalta.

Experiência

A conquista, como lembra Desirée, tem relação com sua vida pessoal e profissional. “Faz sete anos que sou especialista em Direito Desportivo e componho tribunais de diversas modalidades. Mas compor o Superior Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol, entidade máxima do futebol em território nacional, sempre foi um sonho”, ressalta.
“Atribuo a escolha às horas de dedicação a uma área tão apaixonante e tão desafiadora, na mesma proporção. Compor o Tribunal Desportivo que há pouco era preponderantemente masculino, de uma modalidade que até outro dia era especialmente masculina, é uma conquista para as mulheres, como um todo. Sinto-me, de alguma forma, responsável por levar vozes até lá, para mostrar que somos capazes, que temos conhecimentos e que entendemos, sim, de futebol”, ressalta.

Advogada fala sobre as recentes conquistas femininas no esporte

Desirée Emmanuelle Gomes dos Santos fala sobre importantes conquistas obtidas recentemente pelas mulheres. “Fomos muito bem recepcionadas pela maioria dos membros do Tribunal Desportivo e acredito que essa parceria irá se perpetuar, consagrando as mulheres competentes para estarem onde quiser”, observa.
“As mulheres têm conquistado seu espaço em diversos áreas, através de muita luta e, no futebol feminino, não tem sido diferente. As jogadoras estão demonstrando cada vez mais aptas a conquistarem seus espaços. E aqui, através da Comissão, vamos buscar cada vez mais a profissionalização da modalidade, por meio de julgamentos justos e coerentes”, enfatiza.
A advogada também fala sobre sua função. “Na comissão, eu sou auditora, que significa ser julgadora dos casos. Nos STJDs a composição é feita por meio de auditores – os julgadores, e a Procuradoria – que oferece a denúncia com as irregularidades”, destaca.

Marco histórico
“Posso falar em nome das demais mulheres que assumiram comigo, pois estamos muito felizes por fazermos parte desse marco histórico, a composição de comissão disciplinar exclusivamente feminina, para julgar o Futebol Feminino. As mulheres estão cada vez mais ganhando espaços e voz. E, como disse João Zanforlin, advogado do Corinthians, presente na nossa 1ª Sessão de Julgamento, parafraseando Francisco de Assis: Onde houver mulher, que se leve muito respeito. É assim que queremos ser tratadas dentro do Tribunal, quando falamos e defendemos o futebol”, completa.

Currículo
Desirée é especialista em Direito Desportivo; auditora do Pleno do STJD da Liga Nacional de Futsal, onde ocupa a vice-presidência; auditora do Pleno do STJD do Fisiculturismo; auditora e presidente da Comissão Disciplinar do STJD do Paraquedismo; auditora da Comissão Disciplinar do TJD da Federação Aquática Paulista; auditora da Comissão Disciplinar do TJD da Federação Paulista de Vôlei; auditora da Comissão Disciplinar do TJD da Federação Paulista de Handebol; procuradora-geral do TJD de Nova Lima; sub-procuradora do STJD da Ginástica; sub-procuradora do STJD do Atletismo e advogada dativa do Tribunal de Justiça Desportiva Antidopagem.

Família
A advogada Desirée Emmanuelle Gomes dos Santos, 30 anos, reside em Ribeirão Preto, onde atua na Mattos Engelberg Advogados. Ela é filha de José Cláudio dos Santos e Cleuza Helena Gomes dos Santos. Ela tem o irmão Victor Hugo dos Santos, casado com Janaina Pavesi dos Santos e tem o sobrinho Victor Hugo Pavesi dos Santos.