Jair Bolsonaro testa positivo para coronavírus e terá que ficar isolado

O presidente Jair Bolsonaro, fala à imprensa no Palácio da Alvorada

Em entrevista a emissoras de TV, o presidente Jair Bolsonaro informou nesta terça-feira (7) que testou positivo para o novo coronavírus (Covid-19). 

O presidente cancelou as agendas previstas para a Bahia e Minas Gerais nesta semana. O resultado saiu por volta das 11h. Bolsonaro disse que está bem.

O presidente afirmou que chegou a ter febre de 38 graus, mas que, à noite, a temperatura começou a ceder. Relatou também que sentiu mal-estar e cansaço. Ele disse que agora está se sentindo “perfeitamente bem”.

De acordo com Bolsonaro, ele tomou hidroxicloroquina, remédio que vem defendendo como tratamento para a Covid-19. Não há comprovação científica da eficácia da hidroxicloroquina para a doença.

Bolsonaro já havia informado a apoiadores na segunda-feira (6) que estava com febre e dores no corpo e, por isso, decidiu fazer o exame. Ele também disse que fez uma radiografia e que o pulmão “estava limpo”.

O presidente tem 65 anos e faz parte da faixa etária considerada por especialistas como grupo de risco.

Ele informou que nos próximos dias vai despachar por videoconferência na residência oficial do Palácio da Alvorada e que talvez receba auxiliares para assinar documentos. Bolsonaro cancelou viagens que faria à Bahia e a Minas Gerais.

O presidente também informou que a primeira-dama Michelle Bolsonaro realizou nesta terça-feira um exame para saber se tem o novo coronavírus. Ele não citou o resultado do teste.

Desde o início da pandemia no país, no fim de fevereiro, Bolsonaro vem descumprindo orientações de autoridades de saúde sobre medidas de prevenção do contágio.

Ele sempre foi contrário ao fechamento do comércio e ao isolamento social, ações tomadas pelos governos estaduais para diminuir o ritmo dos contágios. 

De acordo com especialistas, o isolamento é a forma mais eficaz de evitar o alastramento do vírus.

Fonte: www.jornaldafranca.com.br