Lombadas eletrônicas fiscalizarão velocidade em pedágios

Lombadas eletrônicas fiscalizarão velocidade em praças de pedágios da região

Lombada em pedágio na região de Ribeirão Preto

Novo sistema de lombadas eletrônicas entrou em operação quarta-feira, 28 de maio, em três pedágios da região de Ribeirão Preto, para controlar a velocidade dos motoristas nas cabines de cobrança automática.
Com os novos sensores, os condutores que passarem acima de 40 km/h serão multados pelo Estado, de acordo com as normas do Código de Trânsito Brasileiro (CTB). A tecnologia está em funcionamento nos dois sentidos das praças de Sertãozinho (SP) e Pitangueiras (SP), na Rodovia Armando de Salles Oliveira (SP-322), e de Ituverava (SP), na Rodovia Anhanguera (SP-330). Em Sales Oliveira (SP), o sistema está em fase de ajustes.

Lombada em pedágio na
região de Ribeirão Preto

condutores que passarem acima de 40 km/h serão multados pelo Estado, de acordo com as normas do Código de Trânsito Brasileiro (CTB). A tecnologia está em funcionamento nos dois sentidos das praças de Sertãozinho (SP) e Pitangueiras (SP), na Rodovia Armando de Salles Oliveira (SP-322), e de Ituverava (SP), na Rodovia Anhanguera (SP-330). Em Sales Oliveira (SP), o sistema está em fase de ajustes.

Legalidade
Segundo a Assessoria de Imprensa da Entrevias, a instalação das lombadas está prevista no contrato de concessão firmado com o Governo do Estado, sob fiscalização da Artesp (Agência de Transporte do Estado de São Paulo). O principal objetivo é ampliar a segurança do usuário na passagem de veículos que utilizam esse sistema de pagamento.
Homologação
O início da operação ocorreu somente após a homologação dos equipamentos pelo DER (Departamento de Estradas de Rodagem) e a divulgação da medida através da imprensa, além de instalação de faixas informativas na rodovia.
Na pista de cobrança automática, os motoristas não param para realizar o pagamento da tarifa, que é feito pelo de TAG (dispositivo eletrônico que libera a passagem e é comercializado pelas operadoras do ramo).
A velocidade máxima estabelecida nas pistas de pedágio eletrônico (40 km/h) tem objetivo de coibir o excesso de velocidade e, desta maneira, evitar colisões traseiras e choques contra a própria cabine da praça de pedágio e entre outros veículos.
Competência
Não é de competência da Entrevias, assim como as demais concessionárias de rodovias do Estado de São Paulo, o policiamento, fiscalização e aplicação de multas. O contrato de concessão prevê que a concessionária apenas instale e mantenha em condições de operação os sistemas de fiscalização de velocidade. A gestão das multas é de responsabilidade do DER.

Medidas de segurança
Para passar pela pista automática é necessário possuir o sistema eletrônico de cobrança instalado no veículo e o dispositivo deve estar funcionando corretamente. Por isso, é importante verificar com frequência se o TAG está fixado no local correto, no para-brisa do veículo, conforme determinação da empresa operadora. Ao se aproximar da praça, o motorista deve reduzir a velocidade aos poucos e entrar na pista de cobrança automática. Haverá a liberação luminosa do semáforo, seguida do levantamento da cancela.

Praças de Pedágio
O novo sistema de lombadas eletrônicas com fiscalização de velocidade está presente em uma praça de pedágio localizada na SP-330, e em duas praças de pedágio na SP-322. Confira onde os equipamentos entrarão em operação, nos dois sentidos.

Sobre a Entrevias

A Entrevias Concessionária de Rodovias é responsável pela operação, manutenção e modernização do lote Rodovias do Centro-Oeste Paulista, com um total de 570 quilômetros de vias no eixo entre Florínea, na divisa com o Paraná, e Igarapava, na divisa com Minas Gerais.
O contrato de concessão assinado com o governo do Estado de São Paulo prevê investimentos de R$ 3,9 bilhões na restauração de rodovias, ampliação da malha viária e implantação de tecnologias e inovações que contribuem para prestação de serviços de alta qualidade aos usuários.
Visite o site da empresa: www.entrevias.com.br. Em caso de emergência nas rodovias ligue para 0800-3000-333.