Messi conquista 6ª Bola de Ouro, deixa Ronaldo para trás e se isola como maior vencedor da história

Nesta segunda-feira, a revista France Football anunciou o vencedor do seu tradicional prêmio, e o argentino se isolou na lista de ganhadores, deixando para trás Cristiano Ronaldo, com cinco.

O português da Juventus, aliás, não foi a Paris para a premiação. Ele terminou em 3º lugar, atrás de Virgil van Dijk, do Liverpool.

Em setembro, o astro do Barcelona já havia conquistado o The Best, da Fifa. Desde que os dois prêmios se separaram, em 2016, os ganhadores sempre foram os mesmos.

Messi ficou com o troféu no atual formato pela 1ª vez, já que sua última conquista tinha sido em 2015 – as outras foram em 2009, 2010, 2011 e 2012.

Na temporada passada, foram 50 jogos, 51 gols, 19 assistências e 141 chances de gol criadas – levando em conta os números de Campeonato EspanholCopa do Rei, Supercopa da Espanha e Champions League. Pela 3ª vez consecutiva, e 4ª nos últimos cinco anos, Messi foi eleito o melhor jogador da temporada no LaLiga Awards.

O camisa 10 ainda terminou como artilheiro da Champions, com 12 gols, quatro a mais do que Robert Lewandowski. Em LaLiga, também faturou o prêmio, com 36 gols, 15 a mais do que Luis Suárez e Karim Benzema.

Com mais um excelente desempenho individual, o craque conquistou apenas o Espanhol e a Supercopa da Espanha no âmbito coletivo, tendo visto seu time perder para o Liverpool na semifinal da Champions League e para o Valencia na decisão da Copa do Rei.

Veja como ficou a lista dos 30 finalistas da Bola de Ouro:

  • 1º) Lionel Messi (Barcelona – Argentina)
  • 2º) Virgil van Dijk (Liverpool – Holanda)
  • 3º) Cristiano Ronaldo (Juventus – Portugal)
  • 4º) Sadio Mané (Liverpool – Senegal)
  • 5º) Mohamed Salah (Liverpool – Egito)
  • 6º) Kylian Mbappé (Paris Saint-Germain – França)
  • 7º) Alisson (Liverpool – Brasil)
  • 8º) Robert Lewandowski (Bayern de Munique – Polônia)
  • 9º) Bernardo Silva (Manchester City – Portugal)
  • 10º) Riyad Mahrez (Manchester City – Argélia)
  • 11º) Frenkie de Jong (Ajax/Barcelona – Holanda)
  • 12º) Raheem Sterling (Manchester City – Inglaterra)
  • 13º) Eden Hazard (Chelsea/Real Madrid – Bélgica)
  • 14º) Kevin de Bruyne (Manchester City – Bélgica)
  • 15º) Matthijs de Ligt (Ajax/Juventus – Holanda)
  • 16º) Sergio Agüero (Manchester City – Argentina)
  • 17º) Roberto Firmino (Liverpool – Brasil)
  • 18º) Antoine Griezmann (Atlético de Madrid/Barcelona – França)
  • 19º) Trent-Alexander Arnold (Liverpool – Inglaterra)
  • 20º) Pierre-Emerick Aubameyang (Arsenal – Gabão)
  • 20º) Dusan Tadic (Ajax – Sérvia)
  • 22º) Heung-min Son (Tottenham – Coreia do Sul)
  • 23º) Hugo Lloris (Tottenham – França)
  • 24º) Marc-André ter Stegen (Barcelona – Alemanha)
  • 24º) Kalidou Koulibaly (Napoli – Senegal)
  • 26º) Karim Benzema (Real Madrid – França)
  • 26º) Georginio Wijnaldum (Liverpool – Holanda)
  • 28º) Donny van de Beek (Ajax – Holanda)
  • 28º) João Félix (Benfica/Atlético de Madrid – Portugal)
  • 28º) Marquinhos (PSG – Brasil)

OUTROS PRÊMIOS

O zagueiro Matthijs de Ligt, da Juventus (e que disputou a última temporada pelo Ajax), faturou o Troféu Kopa, dado ao melhor jogador sub-21 do futebol europeu.

Ele recebeu a honraria das mãos do atacante Kylian Mbappé, que foi o vencedor da taça no ano passado.

goleiro Alisson, do Liverpool, foi eleito o melhor goleiro do futebol na Bola de Ouro.

O brasileiro foi o vencedor do primeiro Troféu Yashin, que passou a premiar o melhor arqueiro a partir da edição deste ano da honraria.

Após ter sido bicampeã do mundo com a seleção dos Estados Unidos, artilheira, chuteira de ouro e melhor da Copa do Mundo feminina e melhor do mundo da Fifa pela 1ª vez na carreira, a americana Megan Rapinoe venceu o prêmio de melhor jogadora do mundo.

Lucy Bronze da Inglaterra e do Lyon, ficou em 2º lugar, enquanto Alex Morgan, dos Estados Unidos e companheira de Marta no Orlando Pride, terminou em 3ª.

Fonte: www.msn.com.br