Natal da esperança!

Aniversário do nascimento de Jesus! Ano de 2019 – nascimento de um novo tempo! Brasil da esperança!

JESUS disse: Quem se exalta será humilhado e quem se humilha será exaltado! Alguém um dia disse também: Que DEUS dá as batalhas mais importantes aos seus melhores soldados!
Com essas citações, inicio esse simples artigo. O novo Governo vai receber como herança, um País quebrado, desacreditado e destruído em sua honra, esperança e na ordem democrática. Suas riquezas materiais e morais foram saqueadas pela volúpia do poder, pela ambição desmedida e corrompida, pela desonestidade dos partidos políticos, dos políticos e de empresários safados e gananciosos.
A esperança do povo brasileiro é grande! O tempo desses desmandos se expirou! Precisamos de agora em diante de governantes éticos e eficientes! Para que isso se realize, é necessário o engajamento coletivo, primeiramente, do Presidente da República, de seus Ministros, Secretários e Assessores; Presidentes de Estatais; dos Congressistas; dos Governadores de Estados e Distrito Federal, Secretários e Assessores; dos Deputados Estaduais; dos Prefeitos Municipais, Secretários e Assessores; dos Vereadores, porque a sociedade estará vigilante e atenta às suas atividades e decisões.
Isso tudo pode parecer difícil, até mesmo impossível, mas não é! Há um grande sinal de alerta no horizonte, iniciado em 2013 e agora, com mais ênfase nas eleições. Na esperança de mudança, milhares de brasileiros foram às ruas, com a Bandeira brasileira nas mãos, entoando o Hino Nacional se posicionaram, contra os DESGOVERNOS, sem a participação dos partidos políticos, de políticos e sindicatos, usando com sabedoria e eficácia as redes sociais.
O Estado não responde mais às demandas da sociedade, que paga elevados impostos, para receber serviços de péssima qualidade. Há uma inversão de valores! Os governantes pensam que a sociedade foi criada para sustenta-los! Diante de uma dívida que se aproxima dos quatro trilhões de reais, a sociedade está se organizando, constituindo, “Organizações Sociais”, sem vínculo político partidário, como: OBSERVATÓRIO SOCIAL BRASIL, AMARRIBO e em Ituverava a AMITUVERAVA, com a finalidade de influenciar a prática da ética, fiscalizar as ações da gestão pública, contra a prática da corrupção e estimular a participação popular em projetos sócio econômicos, visando o bem comum.
As reformas estruturais das “Instituições” tão almejadas e necessárias somente virão, com a participação da sociedade. Não duvide! É nossa a missão, que vai exigir coragem, perseverança, crença nas liberdades individuais e coletivas. Isto já está mais do que claro!
A chave do sucesso será ter um plano de metas claras e exequíveis, para um trabalho organizado, pessoal e coletivo. O líder é quem aponta o caminho e define a meta.
Sem uma ação corajosa, não haverá envolvimento, sem envolvimento não haverá comprometimento e sem comprometimento não haverá mudanças!
O poder coletivo exige inteligência, educação, experiência, talento, influência e conhecimento especializado de pessoas, para a missão. Podemos até sonhar e imaginar o melhor “PROJETO”, mas sem as “pessoas” para transformar o sonho em realidade, não será possível.
Conta uma lenda que: Um lavrador tinha sete filhos que viviam brigando entre si. Certo dia os reuniu dizendo que ia lhes mostrar o que a falta de COOPERAÇÃO entre eles representava. Juntou sete varas de madeira amarrou e pediu que o quebrasse. Todos tentaram, mas nenhum conseguiu. Em seguida, desamarrou o feixe, deu uma vara para cada um e pediu que quebrasse. Todos conseguiram com facilidade. Ai falou: “Se vocês trabalharem juntos, com amor e harmonia, ninguém conseguirá vencê-los, mas se continuarem insistindo em competir entre si, qualquer um poderá derrota-los, facilmente”. Este exemplo pode ser aplicado na família, na empresa, na comunidade e na sua equipe de trabalho, desde que todos se esforcem em uma coordenação harmoniosa. Ninguém acreditará em você, se você mesmo não acreditar. Todos tem que acreditar, senão a dúvida criará o “MEDO”, principalmente o medo da crítica.
Aos chegarmos à idade adulta temos vários “medos”, mas todos no campo das preocupações. Preocupação com os que estão conosco. Preocupação pelo que vão dizer. Preocupação em não atingir as metas. Preocupação de não estar no caminho da Justiça e da Verdade. É preciso acreditar em DEUS, fonte de toda sabedoria e amor, para que possamos exercer sempre o perdão. É preciso acreditar e ter esperança no resultado do trabalho perseverante de toda uma nação, que está se propondo a RECONSTRUIR O PAÍS para as futuras gerações. Isso não é sorte e nem magia, é coragem, é determinação, é abnegação, é patriotismo!
Nunca é demais repetir a histórica frase de J.F. Kenedy: Não pergunte o que o país pode fazer por você, mas o que você pode fazer pelo seu país!
VAMOS BRASIL!

Adolfo Medina Bucker