Pintor tranca mãe e mulher e incendeia casa

As duas vítimas, que conseguiram escapar, foram encaminhadas para Santa Casa e passam bem

Casa incendiada em Ituverava, próxima à igreja Matriz

Um pintor de 55 anos foi preso em flagrante por ter incendiado a casa onde morava, próximo à Igreja da Matriz Nossa Senhora do Carmo e do Escritório Previal. O fato ocorreu na tarde da última segunda-feira, 25 de março, quando ele trancou a mãe de 87 anos e a esposa, de 71, mas foram salvas a tempo.
Segundo informações da Polícia Militar, após um desentendimento, o homem teria colocado fogo no sofá da casa. Uma equipe da PM foi acionada por vizinhos, por volta das 16h15, e ao chegar no local, as chamas estavam muito fortes e já haviam consumido grande parte do imóvel.
Neste momento, no entanto, as idosas já tinham conseguido sair da casa com a ajuda de vizinhos, que derrubaram o muro da residência. Interrogando a mulher do suspeito, ela firmou à PM que o marido teria ateado fogo no sofá, trancado as duas, pulado o muro e fugido.

Patrulhamento

Depois que o incêndio foi controlado, os agentes patrulharam a região e encontraram o suspeito próximo à represa da cidade. Ao ser questionado, alegou que o incêndio teria sido acidental e que não ajudou sua mãe e esposa, porque ficou apavorado e queria se salvar.
O homem, que está desempregado, foi preso em flagrante. Ele passou por audiência de custódia e foi encaminhado para a Cadeia Pública de Franca, onde responderá por incêndio criminoso, além de ser enquadrado na Lei Maria da Penha. Mesmo conseguindo escapar do incêndio, as vítimas, que sofreram queimaduras leves, foram levadas ao Pronto-Socorro da Santa Casa, e o estado de saúde delas é estável.