Polícia prende nove e recupera tratores, caminhões e gado

Nove ladrões presos, 72 cabeças de gado recuperadas, sete tratores devolvidos, seis veículos encontrados e mais de dois quilos de droga apreendidos. Este foi o balanço da primeira fase da Operação “Pasto Seguro” concluída pela Polícia Civil hoje em sete cidades da região.

Há três meses, a Delegacia Seccional de Franca montou uma força-tarefa com o objetivo de reprimir ocorrências de roubo e furtos em propriedades rurais da região. Durante as investigações, os policiais conseguiram identificar uma organização criminosa responsável pela maior parte dos ataques ocorridos em sítios e fazendas de cidades próximas. “Trata-se de um grupo organizado com divisão de tarefas. Há um célula responsável por localizar as propriedades alvo e outra para vigiar o acesso para evitar a chegada da polícia durante as ações criminosas. Também havia os responsáveis por arrebanhar o gado e maquinários, além dos encarregados de fazer o transporte”, disse o delegado João Paulo de Oliveira Marques, que comandou as investigações ao lado do delegado Rafael de Paula Leão Andréo.

A polícia constatou que a quadrilha, comandada por um criminoso de Ribeirão Preto, tinha um local específico com estrutura montada na zona rural de Guará para abrigar o gado roubado até que o destino final fosse decidido. “Muitos eram abatidos clandestinamente ou vendidos vivos após terem suas marcas de identificação adulteradas”. Perícias realizadas por peritos da Polícia Científica foram necessárias para se chegar às marcas originais que levaram às vítimas.

Na madrugada desta quarta-feira, policiais civis cumpriram mandados de busca e prisão preventiva em Restinga, Jeriquara, Cristais Paulista, Jardinópolis, São Sebastião do Paraíso e Ribeirão Preto. Nove acusados de envolvimento nos roubos foram presos. Além da prisão preventiva determinada pela Justiça, dois deles também foram autuados em flagrante por posse de arma e tráfico de drogas. Um estava com uma espingarda, enquanto o outro foi surpreendido com dois quilos de maconha e 200 gramas de cocaína. Um cavalo avaliado em cerca de R$ 40 mil que havia sido furtado foi recuperado. Três criminosos não foram localizados e são considerados foragidos.

Ao longo das investigações, a Polícia Civil já havia apreendido sete tratores, quatro caminhões, uma Hilux, um Santana e 72 cabeças de gado, que haviam sido levados de fazendas da região. “Nós sabemos exatamente quando esta força tarefa se iniciou e o que buscamos, mas não sabemos o que encontraremos e nem quando esta investigação vai se encerrar. Foi apenas a primeira fase da operação. Outras pessoas e outros crimes estão sendo investigados. Nossa intenção não é somente proteger o patrimônio, mas, principalmente, proteger a vida das pessoas que residem na zona rural”, disse o delegado Rafael de Paula.

Fonte: www.gcn.net.br