Policiais Militares de Ituverava recebem Diploma de Honra ao Mérito

O comandante do 1º Batalhão da Polícia Militar de Ituverava e Região, Helder Antônio de Paula, recebe o Diploma em nome dos homenageados

A homenagem é de autoria do vereador Daniel Ramos da Silva e foi aprovado por unanimidade 

Em Sessão Solene realizada terça-feira, 22 de maio, a Câmara Municipal de Ituverava entregou os Diplomas de Honra ao Mérito à policiais de Ituverava por relevantes serviços prestados. A homenagem é de autoria do vereador Daniel Ramos da Silva e aprovado por unanimidade.
Foram homenageados o comandante do 1º Batalhão da Polícia Militar de Ituverava e Região, o capitão Helder Antônio de Paula; e os policiais tenente Jeferson Tiago de Melo, tenente Guilherme Pavan Custódio, subtenente Eugênio Luiz de Paula; os sargentos Paulo César Bezerra de Oliveira, Renato José da Silva e Celso de Oliveira Louzada; os cabos Rodrigo César Pereira Rego, Wellington de Souza Pereira e Ronaldo Silva Ferreira, e os soldados Alexandre Inácio da Silva, Emanoely Lunardi Ferreira e Marcos Paulo Tavares Nascimento.
Além dos homenageados e seus familiares, prestigiaram a solenidade, entre outras autoridades, o comandante do 15º Batalhão da Policia Militar sediado em Franca, Valdemir Guimarães Dias; o vice-prefeito, Alcides Antônio Maciel Júnior; Renato César Trevisani, magistrado titular da Vara do Trabalho de Ituverava e PAJT de Igarapava; os vereadores João Batista Nogueira – presidente da Câmara, Daniel Ramos da Silva, Adauto Barbosa de Matos, Andrea Fonseca Yamada Scotte, Carlos Magno Quireza Jacob Lima Machado, Fábio de Freitas Gibaile, Everaldo Alves Machado Dias, Marcelo Celestino Pereira, Marcos Advíncula Joazeiro e Rafael Fernando Mendonça de Freitas Mattos.

Justificativa
O autor da homenagem, o vereador Daniel Ramos, justifica a concessão dos Diplomas. “O Projeto de Decreto Legislativo é uma honraria que a Câmara de Ituverava está concedendo aos treze policiais que se desdobraram no mês de março, para concluir uma operação e prender os suspeitos de envolvimento no assalto à loja 4, da Rede Liberdade de Supermercados”, observa.
“Na oportunidade, mesmo diante dos suspeitos armados, os agentes optaram por detê-los e negociar, ao invés de fazer uso de força letal. Conseguiram prender todos os indivíduos, sem que houvesse o abatimento de nenhum deles, motivo pelo qual estão hoje, sendo homenageados com o Diploma de Honra ao Mérito e mais tarde, com a medalha “Soldado da Paz”, do Batalhão Sues”, destaca Daniel.
O ex-policial também fez uma breve avaliação da atuação da Polícia Militar no município. “Ituverava e região vem sofrendo com a criminalidade, assim como está acontecendo em todo o país.
O caso do estupro da jovem estudante da Fafram, é um exemplo da eficiência da ação da Polícia Militar, que conseguiu concluir o caso o mais rápido possível, dando uma resposta imediata a toda a população, com a prisão em flagrante dos suspeitos e oferecendo todo amparo e conforto necessário à vítima”, elogia.
“Também vale destacar o trabalho dos agentes no sequestro envolvendo a família de um médico, na cidade de Miguelópolis, onde a atuação incisiva da polícia, culminou no resgate de todas as vítimas e na prisão dos suspeitos”, completa o vereador Daniel Ramos.

Emoção da homenagem

O comandante do 1º Batalhão da Polícia Militar de Ituverava e Região, o capitão Helder Antônio de Paula, fala sobre a emoção de receber a homenagem. “Sempre trabalhamos com muita determinação, e o que nos motiva, são de fato, os valores morais e defesa da sociedade”, disse
“Receber esse diploma enaltece nosso trabalho diário, seja no atendimento direto à população, nas orientações, intervenções mais graves, bem como na doação da PM as necessidades do município. Essa homenagem, nos traz uma carga ainda maior de responsabilidade junto à comunidade, porque é um voto de confiança que o povo está dando ao servidor público”, afirma.
O capitão Helder Antônio de Paula ainda acrescenta. Deixamos as nossas famílias em casa, muitas vezes para prestar um bom serviço e para não sermos funcionários que ficam na linha da mediocridade. Abdicamos de nossa vida familiar e de vários outros preceitos, a fim de oferecer um trabalho efetivo, merecido e a altura da população”, ressalta.
“Portanto, esse Diploma representa que alguém acredita na nossa história e em nosso trabalho, mais um voto de confiança e um estreitamento dos laços com a comunidade, para que nunca a deixemos a mercê do que ela espera de nós”, completa o capitão.