Rede Supera – Ginástica Cerebral inaugura unidade em Ituverava

Equipe da unidade da Rede SUPERA de Ituverava

Pioneira no mercado, SUPERA melhora a atenção, raciocínio, memória, criatividade e habilidades essenciais para uma vida ativa 

Com o objetivo de promover melhor qualidade de vida e integração para todas as faixas etárias, o engenheiro agrônomo Luís Gustavo Nunes, juntamente com sua esposa, a pedagoga Bruna Melo Rodrigues, traz para Ituverava, uma unidade da Rede SUPERA – Ginástica para o Cérebro, que será inaugurada segunda-feira, 17 setembro.
O SUPERA – que é uma rede de escolas que oferece curso de ginástica cerebral, é pioneira no ramo, sendo a primeira empresa brasileira dedicada exclusivamente ao desenvolvimento das capacidades do cérebro e à saúde mental. Com sede em São José dos Campos, a escola está no mercado desde 2006, oferecendo cursos que transformam a vida pessoal, acadêmica e profissional das pessoas.
Com uma metodologia exclusiva, o curso promove o desenvolvimento de habilidades cognitivas e socioemocionais, oferecendo aos alunos mais performance, saúde e qualidade de vida.
De acordo com os empreendedores, em todas as partes do mundo, especialistas vêm enfatizando a importância dos cuidados com a saúde do cérebro, como forma da pessoa se mante ativa, independente e saudável.
“A ginástica cerebral melhora a atenção, raciocínio, memória e criatividade. Com essas habilidades os alunos se tornam mais seguros e mais preparados para aprender coisas novas, gerir desafios, trabalhar em equipe, praticar esportes, planejar e lidar com as mudanças do século 21”, afirmam.

Público Alvo
No SUPERA, crianças, jovens, adultos e idosos aprendem sobre o funcionamento do cérebro, tomam consciência de seu potencial, descobrem novas habilidades, praticam o ábaco (material didático exclusivo e diferenciado que substitui os halteres), usam jogos e participam de dinâmicas de grupo. A ginástica cerebral pode e deve ser praticada em todas as idades:
Com o público infanto-juvenil, o SUPERA contribui significativamente para o desempenho escolar, comportamento e formação ética do aluno. É um complemento do ensino, sobretudo para quem vai prestar Enem, vestibulares e concursos.
Já para os adultos, o maior benefício da ginástica cerebral é o desenvolvimento de memória operacional, necessária para o bom cumprimento dos afazeres do dia a dia. A prática também melhora raciocínio, criatividade e visão lateral, importantes para a resolução de problemas complexos e a manutenção do foco para atingir objetivos.
A expectativa de vida aumentou, mas de nada adianta chegar aos 90 anos sem independência e saúde mental. Com cérebro ativo, os idosos podem se manter jovens, trabalhando, viajando, empreendendo e comemorando novas conquistas, já que a ginástica cerebral também promove bem-estar e longevidade.

Empresários

Formado em Engenharia Agronômica, com especializações em Segurança do Trabalho e Gestão em Tecnologia da Produção Sucroalcooleira, Luís Gustavo Nunes, atualmente cursa DHG – “Desenvolvimento Humano de Gestores”, na Fundação Getúlio Vargas. Sua esposa, Bruna Melo Rodrigues é pedagoga.

Rede

O SUPERA tem uma rede de mais de 300 escolas espalhadas por todo território brasileiro e, em breve, deve estrear em países como EUA, Austrália e México.
Ao todo, a rede já treinou mais de 100 mil pessoas em 12 anos, com a missão de levá-las a experimentar a emoção de pensar e agir de forma inovadora, desenvolvendo o potencial do cérebro. Para saber mais sobre a rede, acesse www.metodosupera.com.br