Site lista mudanças que DC tem que fazer para superar a Marvel

A DC pode ser tão lucrativa e bem-sucedida quanto a Marvel, mas algumas mudanças precisam ser feitas na franquia. Com o fracasso de Liga da Justiça, alguns conceitos precisam ser revistos e novos rumos têm de ser tomados para que os filmes alcancem todo o seu potencial. O site ScreenRant listou cinco coisas que a DC precisa mudar se quiser superar a Marvel.

A caracterização do Superman
Desde Homem de Aço (2013), o Superman tem sido descaracterizado nos cinemas e isso precisa mudar. O principal herói da DC vem sendo retratado como um personagem sombrio e distante, o que é bem diferente do símbolo de esperança que ele representa nos quadrinhos. Se a DC quer superar a Marvel, ela precisa em primeiro lugar, resgatar o Superman.

Easter eggs mal resolvidos
Em Batman versus Superman, a DC nos prometeu um futuro pós-apocalíptico com Darkseid. Ela também deu indícios de um Flash do futuro, de um Coringa que assassinou Robin e diversas outras histórias promissoras que nunca chegaram a acontecer.
A DC precisa parar de dar introduzir histórias que não vão se cumprir. Precisa parar de colocar easter eggs que nunca serão explicados em filmes futuros. Chegou a hora de construir um universo coeso, que amarre os filmes uns aos outros e que satisfaça seu público.

Cenas de ação esquecíveis
Mesmo com todo o primor tecnológico, as cenas de ação dos filmes da DC são bem sem graça. A falta de desenvolvimento dos personagens faz com que as cenas de ação não empolguem ninguém. Falta tirar o foco do CGI e das grandes coreografias e colocar o foco nos personagens e em suas jornadas.

Vilões
Os vilões desta nova fase da DC simplesmente não funcionam. A Marvel já foi muito criticada por ter vilões ruins, mas a DC tem superado isso ultimamente. O Lex Luthor de Batman versus Superman não funcionou, assim como a maior parte do Esquadrão Suicida. Felizmente, há esperança no fim do túnel com a chegada do Coringa de Joaquin Phoenix.

Reboots o tempo todo

Um dos maiores problemas da DC é a falta de continuidade. Reboot é um recurso que deve ser utilizado com cuidado e a DC utiliza dele o tempo todo, reiniciando todas as franquias que não dão certo. O Batman de Ben Affleck já foi substituído, assim como o Coringa de Jared Leto, tendo ambos dado lugar para Robert Pattinson e Joaquin Phoenix, respectivamente.
A DC precisa abraçar uma história e levar ela até o final, independente ou não do sucesso. Só assim ela vai mostrar que está comprometida com os fãs e com os personagens de seu universo. O próximo filme da DC, Coringa, estreia no nos cinemas brasileiros em 3 de outubro.