Tabelião apresenta propostas para o futuro de Ituverava

Carlos Fernando Peres Flores sugere vídeo institucional para atrair investidores para a cidade

O Tabelião de Notas e Protesto, Carlos Fernando Peres Flores

Dando continuidade à série de entrevistas com personalidades locais sobre o futuro do município, a Tribuna de Ituverava fala, nesta semana, com o Tabelião de Notas e Protesto, Carlos Fernando Peres Flores. Dentre suas principais sugestões para o futuro de Ituverava está a elaboração de um vídeo institucional sobre a cidade, com o intuito de atrair investidores para instalar um distrito industrial. Confira na íntegra:

Apresentação
“Meu nome é Carlos Fernando Peres Flores, sou natural de Araraquara, nasci no dia 2 de janeiro de 1984. Comecei minha carreira profissional muito jovem, de 13 para 14 anos, como office-boy do cartório de Araraquara. Com o passar do tempo, percebi que tinha vocação para área do Direito e ingressei na faculdade da cidade.
Inicialmente, na graduação, até imaginei prestar concurso para juiz e atuar na magistratura, mas como já era escrevente de cartório, a atividade falou mais alto. Assim que me formei, prestei alguns concursos para cartórios em outros Estados e, aos 24 anos, fui aprovado nos Estados de MG, GO, CE. No entanto, a minha pretensão era o Estado de SP.
Em outubro de 2011, fui aprovado no 7º Concurso para Outorga de Delegações, promovido pelo Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo e tive a felicidade de escolher a cidade de Ituverava para exercer a minha profissão. Sou Tabelião de Notas e Protesto de Ituverava e atualmente faço curso de extensão e especialização em Direito Notarial e Registral pela USP. Sou casado com Maristela Dinat de Flores, tenho três filhos, Ruan Dinat de Flores, Caroline Dinat de Flores e Bernardo Peres Flores, sou filho de Carlos Peres Flores e Kátia Marize Vitória Flores e tenho uma irmã, Carina Peres Flores, hoje todos ituveravenses de coração”.

Ituverava do passado
“O passado de Ituverava, eu pouco conheço, pois cheguei à cidade em 2011. Mas sempre ouvi dos colegas, munícipes e clientes histórias sobre o quanto Ituverava era importante no passado, com destaque nacional por conta da agricultura”.

Projeto
“Eu considero muito importante esse projeto da Tribuna de Ituverava de entrevistar pessoas da sociedade para que possam dar ideias para o futuro da cidade, pois colhe justamente as expectativas e sugestões de cada um. Acompanhei com atenção as entrevistas dos que me antecederam e pude conhecer melhor a visão do passado e os projetos para o futuro de cada um.
É importante ainda ressaltar a questão que, se a gente projeta um futuro, esse futuro estará intimamente ligado ao nosso presente. O que estamos fazendo no presente vai determinar como será o futuro. Por isso, logo que recebi esse convite, refleti bastante e percebi que minhas preocupações são as mesmas daqueles que me antecederam nas entrevistas e, acredito que são de toda a população”.

Distrito industrial
“Um desses anseios é o distrito industrial e a minha sugestão para que esse sonho se torne realidade, é a ideia de fazermos um vídeo institucional mostrando a nossa cidade, demonstrando as qualidades de nosso município para apresentá-lo melhor ao nosso governador, deputados, secretários, ministros e possíveis investidores.
A proposta desse vídeo pode até parecer simplista, mas acompanhando o nosso governador João Dória em entrevistas em jornais e revistas, verifiquei que ele esteve na Suíça e na China em busca de novos investidores. Para isso, ele levou justamente um vídeo institucional do Estado de São Paulo, o que também tem sido feito pelo Governo Federal. É uma ferramenta que o governador tem utilizado e que nosso município também poderia aproveitar, pois temos uma posição geográfica privilegiada e sabemos que o governo vive um momento em que precisa priorizar investimentos em infraestrutura para mudar o país”.

Pontos fortes
“Compilando as nossas qualidades e demonstrando que, sim, nós temos uma localização privilegiada, basta dizer que estamos às margens de uma rodovia de grande importância no nosso país [Rodovia Anhanguera]; temos ferrovias ligando diretamente ao porto de Santos e uma multinacional instalada em nossa cidade, que é a UPL.
Também temos uma grande indústria instalada na cidade, que em seu segmento é uma das maiores do país, que é a Indústria Santa Maria; cursos nota 5 no MEC, da Fundação Educacional de Ituverava; uma Santa Casa que é a melhor da nossa região; as cinco maiores redes de ensino privado do país; escolas de inglês e escolas técnicas que, juntamente com a Fundação Educacional de Ituverava e Etec “José Inácio de Azevedo Filho”, podem qualificar mão de obra que tanto necessitam as empresas.
A ideia desse vídeo seria levar conhecimento a autoridades e possíveis investidores para tentar atrair empresas de qualidades para o nosso município para que assim, futuramente, consigamos ter um grande distrito industrial.

Momento oportuno
“Nosso cenário econômico está favorável para isso, pois hoje no país nós temos uma Reforma da Previdência praticamente aprovada e temos uma Reforma Tributária que possivelmente será aprovada.
Em curto prazo, para que realmente haja uma reação da economia do nosso país, o governo terá e, com certeza, vai atacar a questão da infraestrutura, investindo em cidades repletas de qualidades, como a nossa. Na área da saúde, destacamos a nossa Santa Casa, uma das melhores da região, além do AME e do Hospital e Maternidade de Ituverava – São Jorge. Todos esses fatores são atrativos para um possível investidor”.

Prática

“Eu me proponho a encabeçar a ideia do vídeo institucional, pois creio que será de grande valia ao nosso município, conclamo os empresários, diretoria da Fundação Educacional de Ituverava e autoridades para que possamos levar em conjunto esse vídeo, pra enviá-lo à FIESP, FAESP, Secretarias de Desenvolvimento, Ministério de Desenvolvimento, e assim divulgar Ituverava e suas tantas qualidades.
Poderíamos aproveitar essa oportunidade e que o país está em extrema modificação para tentar transformar esse cenário econômico e aproveitar esse vácuo para trilharmos um futuro mais justo para nossa população, um futuro melhor, uma economia mais pujante, gerando empregos, trazendo mão de obra qualificada.
Nós exportamos muita mão de obra qualificada. Agora chegou o momento de recebê-las e aproveitar o que produzimos em nosso próprio município. É esse o futuro que vejo e que desejo para Ituverava. Acredito que não estamos longe de alcançar isso, mas dependemos de ações. Portanto, lanço essa ideia para que possamos realmente trilhar um caminho rumo a um futuro melhor”.

Tribuna de Ituverava

“Fiquei muito contente com o convite que recebi em fazer parte deste projeto dos 70 anos da Tribuna de Ituverava, jornal que presta um importante e grandioso serviço a nossa população. Agradeço ao José Luiz Alves Cassiano, à Maria Aparecida Alves Cassiano e aos demais colaboradores por este ofício tão importante que eles desempenham em nossa cidade, informando a população.
Finalizo agradecendo novamente o convite que me foi feito e dizendo que muito me honra participar desse projeto dos 70 anos do jornal Tribuna de Ituverava. Parabenizo o José Luiz, a Cidinha e os colaboradores pelo excelente trabalho que desempenharam e vêm desempenhando ao nosso município. Prova disso é que, não só preocupado com os 70 anos que já se passaram, pois o jornal lançou um projeto que idealiza a nossa cidade para o futuro. Parabéns, Tribuna de Ituverava, pela ideia e que possamos colher muitos frutos com esse projeto, o que tenho certeza que acontecerá”.