Vereadora quer informações sobre transporte escolar

A vereadora Dra. Ana Paula Yanosteac Mário apresentou, na Câmara Municipal, requerimento solicitando à prefeita Adriana Quireza Jacob Lima Machado informações sobre o transporte escolar no município.
No requerimento, a vereadora solicita cópia do processo licitatório do transporte escolar referente ao percurso dos alunos de Aparecida do Salto e de São Benedito da Cachoeirinha até a Escola Estadual “Capitão Antônio Justino Falleiros”; cópia do contrato com a empresa vencedora da licitação do transporte escolar de Ituverava a Aparecida do Salto e São Benedito da Cachoerinha, e cópia da documentação do veículo utilizado para o transporte e do motorista responsável. A vereadora ainda pede respostas para algumas perguntas, como “quais as razões que motivaram a troca do transporte dos alunos dos distritos acima citados de frota própria para serviço terceirizado?”.
Ana Paula ainda afirma que “após a terceirização do serviço de transporte dos distritos para Ituverava, em meados do mês de abril, houve alteração da rota, uma vez que os alunos que saíam de Aparecida do Salto e vinham direto para Ituverava, agora vão a São Benedito da Cachoeirinha para buscar alunos da Etec e alguns da Escola ‘Justino’”.
Questionamento
Diante dessa situação exposta, a vereadora questiona o motivo de a rota ter sido ampliada. “Sendo a rota mais extensa, aumentou o número de quilômetros rodados. Isso não tornou o trajeto mais caro aos cofres públicos? Esse aumento de quilometragem foi alterado no campo distância no relatório nominal de alunos do transporte da Secretaria Escolar Digital do Estado de São Paulo?”, questiona a vereadora, no requerimento.

Outros questionamentos

A vereadora também destaca que “os alunos de Aparecida do Salto passaram a sair de suas casas meia hora mais cedo para atender a essa nova rota” e, em seguida, questiona: “é interesse de quem essas mudanças se os alunos e pais reclamam que estão sendo prejudicados por saírem de casa muito cedo e aumentando o percurso escolar dos filhos em uma pista simples. O veículo não possui identificação externa de Escolar?”.
Por fim, Ana Paula solicita um demonstrativo comparativo entre o que era praticado pelo transporte com frota própria e agora o terceirizado, “para que se possa, com transparência, reconhecer os benefícios de tal mudança. Ela também pede que “seja informada a modalidade do transporte desses dois distritos; se os alunos recebem passes escolares; quem os distribui nas escolas e a lista de recebimento assinada pelos alunos incluídos neste transporte”, justifica a vereadora Ana Paula Yanosteac Mário.