Vídeo: O terceiro entrevistado da série “Ituverava e os próximos 70 anos…” é o médico Eduardo Augusto de Lima Portioli

Dr.Portioli sugere a criação de um Centro Industrial para Ituverava

O médico e presidente da Unimed Norte Paulista Eduardo Augusto de Lima Portioli

O entrevistado desta semana do Projeto: Ituverava 70 anos de desenvolvimento sustentável, é o médico Eduardo Augusto de Lima Portioli, presidente da Unimed Norte Paulista.
Meu nome é Eduardo Augusto de Lima Portioli, sou nefrologista, e resido em Ituverava há 17 anos. Sou casado com Andréa Ferro Portioli, que também é médica, e temos dois filhos Rafael e Leonardo Ferro Portioli.
Nós estamos em Ituverava desde 2002, quando viemos para assumir o serviço de Nefrologia da Santa Casa de Misericórdia de Ituverava, que na época ainda não funcionava, mas com o nosso empenho e da administração da Santa Casa, começamos o serviço de hemodiálise na instituição de saúde que, hoje é, sem dúvidas, um dos maiores serviços de hemodiálises da região. Fazendo parte do corpo clínico da instituição de saúde, ingressei na Unimed e, desde 2005, estou na direção executiva e como presidente há 8 anos. Hoje a Unimed Norte Paulista conta com dezoito mil clientes e, além de Ituverava, atende os municípios de Guará, Miguelópolis, Buritizal, Aramina e Igarapava. Houve uma conversão de Unimed Ituverava para Unimed Norte Paulista justamente pela abrangência de municípios e a intenção era que apesar de estar sediada em Ituverava, ela representasse todos os municípios do norte do estado.

Valorização
A cooperativa tem feito um trabalho importante na valorização do serviço médico e, hoje, sabemos que Ituverava é um centro de referência na área de medicina, assim como na área de educação, então nós privilegiamos o nosso corpo clínico e, hoje, contamos com mais de 80 médicos nas mais diversas especialidades, atuando em cinco hospitais da região: os dois hospitais de Ituverava, a Santa Casa de Misericórdia e o Hospital São Jorge, Hospital da Santa Casa de Guará, Santa Casa de Igarapava e Santa Casa de Miguelópolis. Com muito trabalho e seriedade, chegamos a quase 20 mil usuários, mas tivemos um decréscimo para dezoito mil, lógico que foi o cenário nacional que levou a isso, pois não se pode negar que o país está vivendo uma crise econômica associado a uma crise econômica também dos municípios e isso reflete na população como um todo.

Novos mercados
A Unimed tem buscado novos mercados, tem buscado novos clientes, temos a intenção de lançar novos produtos e vemos isso como uma esperança com o novo governo, esperamos que as medidas sejam aprovadas e que consigamos novamente ter uma pungência econômica na região; vivemos tanto esses problemas, sabemos que o município depende muito de verbas de emendas e vemos que hoje estão um pouco parados nesse sentido, e nós precisamos que o município consiga se desenvolver para que a gente possa também desenvolver, não só o município de Ituverava mas todos os nosso municípios da região, pois temos sempre que ser otimista e acreditar que vamos conseguir ter um melhor desenvolvimento da politica, um melhor desenvolvimento econômico.

Geração de empregos
Acredito que para termos desenvolvimento econômico, a gente tem que pensar em geração de empregos, sem essa geração de empregos não vamos conseguir sair do lugar, temos que pensar também que temos que oferecer algo para as empresas quererem vir para Ituverava.
Sem o oferecimento de uma mão de obra qualificada, sem o oferecimento de vantagens econômicas, vantagens financeiras, de impostos, a gente sabe que isso é extremamente importante para que seja um atrativo, pois, com a geração de emprego, giramos a economia, gera para nós na empresa, gera para toda a cidade e isso faz com que o mercado e a economia da cidade cresçam e toda região cresça também.
Residência
Eu espero que a cidade se desenvolva. Eu sou natural de Barretos, minha esposa é natural de São Paulo, optamos por morar aqui, por casar aqui, nossos filhos nasceram aqui, tenho esperança de que um dia eles possam voltar [depois de formados] para a cidade e se desenvolverem em Ituverava. Nós gostamos de morar aqui, então tenho a esperança de que a cidade possa oferecer condições para que os nossos filhos fiquem aqui. Notamos que todo mundo chega a certa idade quer sair da cidade, acho até uma coisa louvável, mas temos que sair da cidade para ganhar conhecimento e depois retornar.
O nosso município pode ainda promover grandes oportunidades, então espero que isso possa refletir na minha família, a gente sempre quer os filhos do nosso lado, então espero que essa nova esperança que temos em um governo novo, apesar de estar se iniciando com todos os “trancos e barrancos”, consiga passar por todas essas dificuldades iniciais, para que consigamos um futuro com uma qualidade de emprego, qualidade de vida. Ituverava tem condição de oferecer, uma qualidade de vida espetacular diante de grandes centros, o que precisamos mesmo é ter uma economia melhor, sabemos que só com geração de emprego, só com trabalho firme iremos conseguir isso.
Entendemos que temos conhecimento, temos capacidade de crescer, mas temos que oferecer condições para que outras empresas venham para cá, que mais empresas provoquem maior pujança no mercado, para que esses estudantes se especializem. Também não adianta ter pessoas que não consigam trabalhar, por não terem qualificação e, por falta de qualificação, pois a cidade prescinde de mão de obra especializada. Temos que trabalhar nessa parte, espero que o Poder Público da cidade também contribua para isso.

Raio x – Unimed Norte Paulista

Médicos: 80 profissionais
Usuários: 18 mil
Instituições de saúde: Santas Casas de Ituverava, Guará, Igarapava e Miguelópolis, além do Hospital São Jorge de Ituverava
Diretoria:
Conselho de Administração – 2019/2021

Diretoria Executiva:
Diretor Presidente: Dr. Eduardo Augusto de Lima Portioli
Diretor Vice-presidente: Dr. Luiz Alves Ferreira Avezum
Diretor Superintendente: Dr. Benito Morgado Santos

Vogais:
Dr. José Rubens de Matos
Dr. Luís Gustavo Campos da Silva
Dr. Marcelo Lupoli
Dr. Fernando Bernardini Filho
Dr. Américo Loures Filho
Dr. Miguel Antunes Moysés
Conselho Fiscal – 2019/2020
Dr. Fábio de Oliveira Alves
Dr. Zahir Tannous Elias Sawan
Dra. Vivian Peraro Miguel
Dr. José Mário Junior
Dr. Antônio Sérgio C. Telles
Dr. Rafael Carvalho Mesquita
Conselho Técnico – 2019/2021
Dr. Laerte Fogaça S. Filho
Dr. Fernando Alves Cardoso
Dr. Edmundo Luís Mársico
Dra. Lígia Garcia Leonel Pínola
Dra. Ana Paula Abdalla Franco Martins
Dr. João Bittar Júnior

Próximos prefeitos

Sugiro para os próximos prefeitos, pois acho que a principal coisa que precisamos aqui é determinar um Centro Industrial, vemos ali próximo a Rodovia Anhanguera, sabemos que aquele local ainda não é um lugar ideal, de tamanho adequado, de condições adequadas para que a cidade possa ter um Centro Industrial grande, temos que valorizar a estrutura geográfica que temos, praticamente na divisa do estado, no encontro de estradas como Rio Preto, Franca, Barretos e Uberaba, cidades importantes como Ribeirão Preto também, e vemos que cidades vizinhas estão se desenvolvendo com centros industriais mais potentes que o nosso.
Então, uma das sugestões que eu faço é que a gente comece a criar, não só essa parte industrial, mas também mão de obra qualificada, pois aqui na empresa às vezes precisamos de mão de obra especializada, para encontrar é difícil portanto, não basta ter oferta de empregos, precisa ter pessoas capacitadas que possam ocupar essas vagas.

Tribuna de Ituverava

Fui convidado e com muita satisfação concedi esta entrevista, diante dessa data tão importante que é os 70 anos da Tribuna de Ituverava, o jornal que prima pela qualidade, prima pela noticia bem dada, diante de um cenário de “fake news”, o jornal acaba se tornando um ponto seguro para nós sabermos da noticia.
Fico feliz em ser convidado para fazer parte dessa homenagem e deixo aqui o meu abraço a todos da Tribuna de Ituverava e, que mais setenta, cem anos venham pela frente.