Atletas de Ituverava e região se classificam para Campeonato Brasileiro de Karatê

Equipe conquistou quatro medalhas de ouro, uma de prata e outra de bronze, além de dois troféus, no Campeonato Paulista

No sábado, 29 de maio, foi realizado no Ginásio Poliesportivo Mauro Pinheiro (Ibirapuera), após mais um ano de pandemia, a primeira edição presencial do Campeonato Paulista de Karatê, organizado pela Federação Paulista de Karatê com apoio da Secretaria de Esportes do Governo do Estado de São Paulo.
Os dois primeiros colocados de cada categoria conquistaram vagas para o Campeonato Brasileiro de Karatê da CBK de 2021 – Federação Brasileira de Karatê, entidade filiada ao COB – Comitê Olímpico Brasileiro.
O evento foi realizado respeitando rigorosamente todos os protocolos de segurança, com higienização mecânica e desinfecção do ambiente, termômetros na entrada monitorados por profissionais de saúde, totens de álcool gel, luvas para todo o staff, máscaras para os atletas e o necessário distanciamento preconizado pela OMS, Ministério da Saúde e autoridades de saúde Estadual e Municipal.

Região
A região de Ituverava foi representada pelas equipes Red Tigers de Ituverava e Cia. de Karatê de Igarapava, que firmaram uma importante parceria para fortalecer a modalidade na região.
Os senseis Júlio César Pereira e Marcos Roberto Alves fizeram parte da arbitragem do evento, os professores Gabriel Furlan Correa e Paulo Henrique Lima atuaram como técnicos e o Marcelo Losangof foi o fotógrafo responsável por registrar a competição.

Premiação e classificação
Formada por oito atletas (João Henrique Oliveira Seara, Vivian Maeda Ushirohira, Jonathan Nogueira Marques Júnior, Henrique Rayan Costa dos Santos, Francisco Vanderley da Silva Rocha, Lívia Cristina da Silva Batista, Júlia Chiba Maeda e Luiz Carlos Corrêa), a equipe conquistou quatro medalhas de ouro, uma de prata e outra de bronze, além de dois troféus.
Os atletas Luiz Carlos Corrêa, Júlia Chiba Maeda e Vivian Maeda Ushirohira também se deram bem na disputa e conquistaram a classificação para o Campeonato Brasileiro da CBK 2021, que será realizado no Ceará, no Centro de Treinamento da Seleção Brasileira de Karatê.
Campeão Paulista Master Acima de 60 anos e classificado para o Campeonato Brasileiro da CBK 2021, o atleta Luiz Carlos Corrêa ressalta que a conquista é resultado do empenho de toda equipe, atletas e familiares. “Se eu consigo fazer isso na minha idade, essa garotada também consegue, basta treinar”, declarou.

Elogio
Também classificada para o Campeonato Brasileiro, Júlia Chiba Maeda, que sagrou-se campeã paulista Master (32-35 anos) relata momentos vividos durante a competição.
“Estive conversando com a minha irmã, que acompanhou minha sobrinha que foi vice-campeã, e estamos todas encantadas, pois os demais esportes possuem uma rivalidade diferente, mais agressiva, e no karatê não, há muito respeito e disciplina. Parecia que todos os atletas eram da mesma equipe. É algo que envolve muito equilíbrio emocional, físico e mental. Além da prática esportiva, o Karatê ajuda as crianças a perderem a timidez e ter um controle emocional, o que é muito importante”, descreveu a carateca.
A mãe do atleta João Henrique Oliveira Seara, Fernanda Oliveira Seara, enfatiza como o esporte tem contribuído para o desenvolvimento do filho. “Gostaria de agradecer a dedicação e empenho dos professores. Ficamos muito felizes com o desempenho do João, que acabou de fazer 6 anos. O esporte tem feito muito bem para ele. Estou sem palavras pela recepção de todos da equipe”, afirma.

Retorno aos tatames
O sensei Gabriel Furlan Corrêa (Faixa Preta de Karatê 1º Dan e Faixa Preta de Judô 1º Kyú), fala sobre a competição. “Estávamos com saudade de eventos presenciais, são eles que motivam os atletas a treinar forte e com dedicação. A Federação Paulista de Karatê mostrou que, com cuidados sanitários e, principalmente, conscientização de todos envolvidos, colocando o interesse coletivo à frente dos anseios pessoais, é possível retornamos ao que estávamos acostumados”, disse.
O sensei Júlio César Pereira (Faixa Preta de Karatê 5º Dan), que é árbitro com credencial da Confederação Sul-americana de Karatê, também fala sobre a sensação de pisar novamente nos tatames. “Após um ano e meio longe das competições voltamos ao evento presencial, com a certeza de que educar através do esporte é o nosso legado. Buscamos oportunizar em nossos projetos educar crianças e adolescentes para serem éticos, conscientes, preparados e solidários”, observa.

Parceria
“Essa parceria entre as equipes tem como objetivo disseminar valores como citados pelo sensei Júlio. Desejamos ter um karatê forte na região, com um trabalho sério e totalmente registrado e reconhecido pela Federação, que por sua vez é reconhecida pelo COB e o MEC. Somos educadores e formadores de pessoas com valores”, complementa sensei Gabriel, que também atua como professor do Projeto Social Educa Judô, atendendo a 70 crianças na cidade de Ituverava.

Apoio

A Equipe Red Tigers contou com o apoio da Secretaria Municipal de Esportes de Ituverava e a Farmácia Farmais; a Cia. de Karatê de Igarapava foi apoiada pelo Grêmio Igarapavense, Projeto Sesi e Secretaria Municipal de Educação de Igarapava.