Bate-Bola

Jean Carlos da Silva Souza

Idade: 41 anos
Nome da esposa: Roseli Mateus Alves
Filhos: Vitória de Castro Souza e Luiz Antônio de Souza Neto
Profissão: Técnico em Radiologia Médica
Filiação: Luiz Antônio de Souza e Aparecida Donizete F. da Silva Souza
Onde nasceu: Ituverava

Já jogou futebol? Qual a posição? E por quais times?
Joguei no CATI (Clube Atlético Tomé) e, também, por algumas equipes do futebol amador de nossa cidade.

Para qual time você torce? Por quê?
Torço pelo Sport Club Corinthians Paulista movido pela influência do meu pai, que me mostrou o bom caminho do futebol e, inclusive, sempre assistimos jogos juntos.

Para qual time você jamais torceria? Dê três motivos. E para qual torceria em segundo lugar?
Jamais torceria pelo Palmeiras e, os motivos são vários: os Porcos só aparecem nos momentos de sucesso, gostam de zuar, mas não querem ser zuados, e sempre querem ter razão. Outro clube que me simpatizo é com o Comercial de Ribeirão Preto.

Qual foi o melhor jogador que já atuou pelo seu time e qual a melhor formação de todos os tempos? Descreva um momento inesquecível do seu time.
Melhor jogador que passou pelo Coringão foi o Ronaldo Fenômeno, um astro do futebol. O melhor elenco foi a campeã da Libertadores da América de 2012, quando vencemos o Boca Juniors por 2 a 0: Cássio, Alessandro, Chicão, Leandro Castán, Fábio Santos, Ralf, Paulinho, Alex, Danilo, Jorge Henrique, Emerson, Júlio César, Danilo Fernandes, Welder, Marquinhos, Wallace, Ramón, Willian Arão, Ramírez, Douglas, Romarinho, Gilsinho, Willian, Elton, Liedson. O técnico era o Tite. O momento inesquecível, foi a conquista do Mundial de Clubes em 2012.

Você acredita que com as contrações de jogadores de alto nível que vieram do exterior melhorou o nível do futebol brasileiro? Acredita que essa política deve continuar? Por quê?
O nível do nosso futebol sempre foi muito alto, mesmo porque são revelados no Brasil muitos craques e, já aparecem, são negociados. Acredito que essa política deve continuar, porque alguns empresário e clubes ganham muito na compra e, principalmente, na venda de jogadores.

Você considera que os técnicos estrangeiros são melhores do que os brasileiros? Por quê?
Existem técnicos estrangeiros melhores mas, também o nível dos nosso técnicos é muito, a diferença está no materiail humano, com a contratação de estrangeiros como reforços, aí se torna mais fácil trabalhar com jogadores de nível melhor.

Na sua opinião, os campeonatos regionais, como o Paulistão, despertam o mesmo interesse que o Brasileirão? Por quê?
A própria imprensa dá valor menor aos estaduais, também os torcedores que falam que não vale nada, mas quando o seu time é campeão ficam eufóricos pois, na verdade, tem o mesmo gosto da conquista de um Brasileirão. Acho que torcedores que falam que não estão nem aí para os estaduais, é porque já faz um bom tempo que seu time não é campeão e, portanto, não sabem mais o valor que tem.

Você acredita que times de menor expressão (do interior) possam chegar à final do Paulistão 2020? Quais times você acredita que poderiam chegar à final?
Acredito que sim. Os exemplos são o Santo André e o Mirassol, que estão mostrando um bom futebol e no nível de equipes maiores.

Qual sua opinião sobre VAR? Ele veio para ficar?
O VAR deve que ser usado em todos as partidas, não só nas fases finais, pois todos os jogos têm o mesmo valor e, um time poder ser prejudicado pela ausência do VAR e perder a classificação e outro beneficiado pelo erro.

Você considera o técnico Tite o ideal para comandar a Seleção Brasileira? Se não, qual você escolheria?
O Tite mostrou suas qualidades quando foi escolhido mas, nem todos jogadores gostam dele e, muitas vezes, fazem de tudo para derrubá-lo, sem contar que, na minha opinião, quem escala a Seleção Brasileira é a CBF e patrocinadores.

Qual sua opinião sobre as mulheres no futebol. Elas estão ganhando espaço?
O espaço das mulheres está melhorando. Acredito que se houver um trabalho para atrais mais patrocínios e, se as premiações nas competições melhorarem, pode despertar o interesse dos empresários.

Você acha que o futebol feminino pode, em curto espaço de tempo, ter a mesma repercussão que o masculino?
Acho que para que o futebol feminino tenha a mesma repercussão do masculino vai levar um tempo, mas acredito que aos poucos elas vão chegar lá.

Você prefere o sistema de competição por mata-mata, como no Campeonato Paulista, ou por pontos corridos, como no Brasileirão? Por quê?
Prefiro pelo sistema de mata-mata, pois dá oportunidade aos times menores, e do maior mostrar seu potencial, o que faz com que o futebol seja contagiante.

Cite o nome completo de três torcedores de outros times e mande um recado para eles. Mande também um recado para todas as torcidas do Brasil.
Aos amigos: João Expedito de Lima – você vai morrer e não vai ver o seu Guarani (de Campinas) ser Campeão Paulista. Ao Dr. Sérgio Yoshinaga – ovelha negra de uma família inteira Corinthiana. Lembre-se, o Corinthians tem e o Palmeiras não tem Mundial, pois 51 é pinga. Ao Dr. Flávio Pereira Cardoso que está sempre confiante com seu Tricolor do Morumbi, mas está sofrendo faz tempo. O meu recado para as torcidas é que se divirtam zuando mas, sempre com respeito, pois o gostoso é ter amigos torcedores de outros times e, o valor não está em uma partida de futebol, mas no respeito ao próximo.