Caso Roswell inspira para jogo de terror para diversas plataformas

O acidente de Roswell, um dos eventos mais conhecidos da ufologia, aconteceu há mais de 70 anos, mas continua alimentando lendas até os dias de hoje. A desenvolvedora inglesa Quarter Circle Games usou o incidente como base para o jogo de terror The Peterson Case, que será lançado para PS4, Xbox One e PC.
Segundo a companhia, The Peterson Case conta a história de Franklin Reinhardt, um experiente detetive que é chamado para resolver o desaparecimento de uma família que mora nas proximidades do local do incidente. Ao chegar à residência, Franklin percebe que uma entidade sobrenatural domina o lugar.
De acordo com a Quarter Circle Games, o jogo é “uma mistura perfeita entre terror atmosférico, narrativas de suspense e quebra-cabeças que engajam”.
No trailer, que você pode ver abaixo, dá para sentir uma influência clara de P.T, teaser interativo de Silent Hills que se tornou extremamente popular após o título principal, que teria a direção de Hideo Kojima e Guillermo del Toro, ter sido cancelado.

Caso 

O Caso Roswell aconteceu no Novo México, Estados Unidos, em 8 de julho de 1947, e desde então tem inspirado dúzias de fantasias no cinema, tevê, livro e quadrinhos, além de alimentar toda uma indústria de teorias da conspiração e, até, a essas alturas, de turismo.
A data de 8 de julho de 1947 é o dia em que foi publicada, em um jornal local de Roswell, uma matéria dizendo que um disco voador havia sido recolhido pelas Forças Armadas em uma fazenda da cidade. Isso motivou um fenômeno nacional nos EUA, com dezenas de jornais despachando repórteres para cobrir o acontecimento.
O que havia acontecido é que cerca de um mês antes um fazendeiro havia encontrado em suas terras pedaços de material que haviam caído do céu, incluindo algo como fita isolante, varetas e papel laminado. Menos de meio quilo de material. O agricultor não deu muita bola, porém, coincidentemente, naquele mês a expressão “disco voador” entrou na moda na mídia nacional norte-americana, por conta de supostos avistamentos de objetos voadores não identificados.
Ele decidiu avisar seu xerife, que chamou os militares. Quando alguém apareceu para recolher o material, a coisa saiu na imprensa local, que aproveitou para dar uma exagerada. Aí a coisa ganhou o mundo.
Não ajudou muito o fato de que as Forças Armadas tenham dado informações contraditórias. Inicialmente alguém confirmou ter sido achado um disco voador, depois saiu uma nota dizendo que era um balão meteorológico. Muitos anos depois, foi divulgado que o material que o fazendeiro encontrou seria parte de um projeto da Defesa norte-americana para detectar experimentos radioativos soviéticos usando balões estratosféricos. Coisa secreta, daí a relutância das autoridades em dar explicações na época.
Ao longo dos anos, Roswell virou telefilme e até inspirou seriado de tevê. Também inspirou inúmeras teorias da conspiração e era um tema recorrente no seriado Arquivo X, cujo herói era um ufologista.