Confira as 10 melhores séries baseadas em crimes reais

Está ficando cada vez mais comum encontrar séries baseadas em crimes reais. O gênero retrata acontecimentos marcantes por meio da união entre ficção e realidade, dando vida aos assassinos mais brutais da história.
As séries da Netflix, em especial, têm ganhado cada vez mais destaque e reconhecimento pela qualidade de caracterização dos personagens, enredo e originalidade. Pensando nisso, o site Tecmundo elaborou uma lista com as 10 melhores séries de serial killer para assistir no streaming em maratona. Prepare-se para uma jornada chocante!

The Confession Killer
Um homem confessa ter matado mais de 200 pessoas nos Estados Unidos, mas, de acordo com a determinação judicial, isso não passava de uma mentira. O que pode haver por trás da própria incriminação?
Baseada em fatos reais, esta é uma das séries da Netflix com maior densidade. É através dela que entramos em uma jornada psicológica para tentar entender os motivos que levaram à fala do acusado.

Night Stalker: Tortura e Terror
Quem conhece histórias sobre assassinos em série deve saber que, em muitos casos, a beleza e o charme são atributos usados para facilitar o processo de perseguição sem levantar suspeitas.
No documentário, a história de Richard Ramirez é dissecada a partir da perspectiva do lado judicial que acompanhou todas as etapas do julgamento.

O Paraíso e a Serpente
A série da Netflix, também baseada em fatos reais, foca no casal Charles Sobhraj e Marie-Andrew Leclerc, acusados de drogarem, assaltarem e matarem turistas na Tailândia.
O desfecho veio quando Herman Knippenberg, diplomata holandês, decidiu investigar o desaparecimento de dois turistas conterrâneos.

Você
Assim como o caso de Richard Ramirez, que citamos anteriormente, nesta série a beleza também é um fator crucial para que Joe Goldberg passe despercebido pelos outros personagens.
O que torna Você uma das melhores séries de serial killer é o desenvolvimento muito bem feito da mente do assassino, pois é isso que nos faz perceber que Goldberg realmente se vê como uma boa pessoa.

Conversando com um Serial Killer: Ted Bundy
Focado em Bundy, um dos assassinos em série mais famosos dos Estados Unidos, a série retrata sua trajetória através de entrevistas com sua família, amigos, vítimas sobreviventes e profissionais da lei envolvidos no processo de julgamento.
Apesar de ter apenas quatro episódios, é um dos seriados mais profundos da lista.

Don’t F**k with Cats: uma Caçada Online
Após vídeos de Luka Magnotta machucando e matando gatos circularem na internet, um grupo de pessoas decidiu iniciar uma investigação por temer que seu comportamento chegasse a afetar pessoas.

Real Detective
A antologia, que mostra um caso diferente a cada episódio, ficou conhecida por retratar cada assassinato de maneira visual para que o espectador tivesse uma boa ideia de como tudo aconteceu. Baseada em fatos reais, a produção é aclamada e figura entre as principais posições da nossa lista.

The End of the F**king World
Tendo como inspiração a história em quadrinhos de mesmo nome, é um dos seriados mais únicos, pois consegue unir comédia e drama em um tópico tão fora do convencional como os serial killers.
James, de 17 anos, é o protagonista e acredita ser um psicopata. Em sua lista de mortes estão alguns animais, enquanto os humanos estão em seu radar — incluindo Alyssa, em quem ele vê grande potencial para ser sua vítima.

Hannibal
Um agente do FBI tenta entender a mente de um assassino que está em sua lista, mas, para isso, acaba pedindo ajuda a um psiquiatra. O que ele não sabe é que o próprio médico, que deveria ajudá-lo, é um serial killer.
Por meio dessa dinâmica cheia de reviravoltas, o seriado cativa e instiga o espectador a querer descobrir quem vai sair prejudicado primeiro.

Mindhunter
Unindo de maneira perfeita ficção e realidade, a série se destaca por diversos motivos, em especial a caracterização dos personagens.
É como ver Charles Manson e Edmund Kemper diretamente na tela. Até mesmo os diálogos, retirados de entrevistas reais, dão a sensação de estar assistindo um documentário a cada episódio.