CPI decide não ouvir depoimento sobre Consórcio Nordeste

Consórcio fez uma compra de ventiladores que é contestada por autoridades policiais

Senador Eduardo Girão | Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

A maioria dos senadores da CPI da Covid barrou pedidos que queriam ouvir o o ex-secretário Executivo do Consórcio Nordeste Carlos Eduardo Gabas. Ao todo, três requerimentos solicitavam a oitiva: um do senador Eduardo Girão (Podemos-CE), um do senador Marcos Rogério (DEM-RO) e outro do senador Ciro Nogueira (PP-PI).

Indicando que muitos parlamentares não têm interesse na investigação, Girão pontuou, na sessão desta quarta-feira, 16, que 82% dos senadores que compõem a CPI, entre titulares e suplentes, são do Nordeste e do Norte. O senador Humberto Costa (PT-PE), protestou dizendo que isso não configura suspeição.

Senadores apontam que, no ano passado, o Consórcio Nordeste fez uma compra de ventiladores que é contestada por autoridades policiais. O contrato foi orçado em R$ 48 milhões e previa a entrega de 300 ventiladores, que nunca foram efetivamente repassados à rede pública.

Fonte: jornaldafranca.com.br