Damares Alves é confirmada candidata ao Senado no DF pelo Republicanos

Damares Alves será candidata ao Senado no Distrito Federal pelo Republicanos — Foto: Alan Santos/PR

O Republicanos confirmou que a ex-ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos Damares Alves será a candidata do partido ao Senado pelo Distrito Federal nas eleições deste ano. A candidatura foi oficializada em convenção partidária na manhã desta sexta-feira (5), realizada em Brasília (DF), e abre embate direto com a candidatura da deputada federal Flávia Arruda (PL), candidata do presidente Jair Bolsonaro (PL) também à vaga do Senado no DF.

Damares e Flávia irão disputar o apoio de Bolsonaro em seus palanques. Em um acordo feito em 19 de julho no gabinete do mandatário, ficou acertado que a disputa ao Senado seria ocupada por Flávia, enquanto Damares iria concorrer a uma cadeira na Câmara dos Deputados. A aliança envolvia ainda o apoio à candidatura do governador Ibaneis Rocha (MDB) à reeleição, com a deputada Celina Leão (PP-DF) disputando o cargo e vice.

Nesta sexta, no entanto, ela afirmou que ainda não conversou com Flávia, mas que o DF precisa ser apresentado a outras propostas, indicando que irá dividir o voto do eleitor bolsonarista. “Respeito muito a Flávia e vamos nos enfrentar com muito respeito. Mas entendo que o DF precisa de outra proposta e eu sou essa outra opção. E digo para vocês: quem vai ganhar sou eu”, garantiu. “Quem vai fazer a escolha [entre Flávia e Damares] é o povo e vai ser nas urnas. O povo vai ver qual proposta ele quer”, acrescentou.

Damares afirmou que havia se retirado da disputa após imaginar “o que seria melhor ao presidente [Bolsonaro]”. “Mas duas semanas em que estive longe da disputa, não vi nenhum candidato falando de políticas para crianças, idosos, ou mulheres. Alguém precisa falar sobre isso. Estamos aqui para eleger não candidatos, mas uma causa”, afirmou, acrescentando que Bolsonaro soube da mudança de plano. “”O presidente quando soube que eu voltei para o páreo, disse simplesmente ‘tudo bem’, ‘apoio’, ‘seja o resultado que as urnas desejarem’. Ele está muito confortável. Ele tem duas candidatas”, disse.

Questionada sobre quem terá o apoio de Bolsonaro, Damares pontuou que ela e Flávia não colocariam o presidente contra a parede. “Bolsonaro tem que se focar na sua campanha de reeleição. Ele não vai participar da campanha local, o presidente está muito tranquilo. Ele tem duas candidatas da sua base”, ressaltou.

Em contraste à distância de Bolsonaro sobre a disputa no Distrito Federal, a primeira-dama Michelle Bolsonaro esteve na convenção do Republicanos nesta sexta e deve ter papel ativo na campanha de Damares. “Nós queremos fazer uma bancada pró-vida no Senado Federal. E ela [Michelle] com certeza vem. Vem para apoiar, vem para ajudar, vem para pedir voto. Vem para estar comigo”, disse Damares.

Fonte:otempo.com