Dia Mundial de Combate ao Câncer é neste domingo

Dia Mundial de Combate ao Câncer, é lembrado dia 8 de abril

De acordo com a OMS, 8,8 milhões de pessoas morrem anualmente em todo o mundo em decorrência da doença 

Neste domingo, 8 de abril, é lembrado o Dia Mundial de Combate ao Câncer, data instituída com o objetivo de conscientizar as pessoas sobre a importância de entender melhor a doença e, dessa forma, manter os exames preventivos em dia e se atentar aos sinais que podem ser importantes no diagnóstico precoce do câncer.
Segunda doença que mais faz vítimas fatais no Brasil, o câncer surge a partir de mutações genéticas que aparecem em uma única célula e passa a se multiplicar indefinidamente por um tempo indeterminado. Depois de algum tempo, isso resulta no aparecimento do tumor que se torna que continua a crescer sempre.
Quando o câncer demora a ser descoberto, a célula com essa mutação genética adquire a capacidade de migrar para outros órgãos, espalhamento a doença, conhecido como metástase. Nesta fase, o tratamento do câncer tem menos chance de sucesso, ou seja, de cura para o paciente.
Segundo dados da OMS (Organização Mundial da Saúde) divulgados em 2017, a cada ano, 8,8 milhões de pessoas morrem de câncer em todo o mundo.

Tipos mais comuns
No Brasil, também é considerada a segunda doença que mais mata. De acordo com o Instituto Nacional do Câncer – INCA, os tipos de câncer que mais atacam os brasileiros são: câncer de pele, câncer de próstata, câncer de mama, câncer de cólon e reto, câncer de pulmão e câncer de estômago
Estima-se que um terço dessas mortes poderia ser evitado. Para isso, são necessárias ações de conscientização sobre o câncer e medidas de detecção precoce e tratamento.
Alguns exemplos para se prevenir o câncer são: adotar hábitos saudáveis de alimentação, controlar o peso, praticar atividade física, não fumar, reduzir exposição ao sol e utilizar protetor solar
Causas
As causas para o surgimento do câncer podem ser as mais variadas possíveis, desde motivos externos – como o ambiente, costume ou hábitos que o indivíduo possui – até fatores internos, como características geneticamente predeterminadas.

O Hospital de Amor (Hospital de Câncer de Barretos)

Ituveravenses portadores da doença  são atendidos no Hospital de Amor 

Os portadores de câncer de Ituverava são atendidos, em sua maioria, em Barretos, cidade onde funciona o Hospital de Amor (Hospital de Câncer de Barretos), instituição considerada referência em toda a América Latina por oferecer tratamento gratuito e de ponta.
O hospital recebe pacientes de diversas partes do mundo e dispões tecnologias como poucas instituições, mesmo em países considerados referências na medicina. Para sobreviver, o Hospital do Amor conta com doações, campanhas e eventos beneficentes.
Casa de Apoio
Um dos primeiros atos da prefeita Adriana Quireza Jacob Lima Machado, foi instalar a Casa de Apoio em Barretos, onde os pacientes de Ituverava que fazem tratamento no Hospital do Amor podem se alimentar, descansar, e se recuperar até retornarem para Ituverava.
Antes disso, os pacientes viajavam a Barretos de ônibus, e os que tinham sido atendidos pela manhã tinham que esperar, no próprio hospital, pelo atendimento de todos os outros pacientes (o que muitas vezes ia até o fim da tarde). Agora, eles podem repousar na Casa de Apoio, o que é uma grande conquista diante do desgaste provocado pelas sessões de quimioterapia.
Conforto
Localizada à Rua São José, 734, no bairro Paulo Prata, a casa foi adaptada e dividida em quatro alas/casas, com quarto, sala, cozinha e banheiro em cada uma delas, oferecendo muito conforto. Na área externa, existem cadeiras de descanso e televisão, onde os hospedes podem relaxar e interagir com as outras pessoas que estão na casa.
Cada uma das alas recebeu o nome de um notável ituveravense: Norival Freitas de Mattos (“Gabiru”), Ofélia Lima Ferreira (“Felinha”), Milza Jorge Barboza e Benedita Nogueira Borte (“Ditinha”).
Estrutura
Além da estrutura completa e confortável, estão disponíveis na casa profissionais extremamente competentes, como administradores, cozinheira e enfermeira. O intuito, como explicou a prefeita Adriana Quireza Jacob Lima Machado na inauguração, no ano passado, é oferecer conforto aos que precisarem usufruir da Casa de Apoio.
Para outras informações sobre a Casa de Apoio de Ituverava em Barretos, basta entrar em contato com o Fundo Social de Solidariedade de Ituverava, pelo telefone (16) 3839-8889.

Grupo ASA e Leilão de Gado
Ituverava ainda conta com o belo trabalho desenvolvido pelo Grupo ASA (Amizade, Solidariedade e Amor), entidade que assiste a portadores de câncer e seus familiares. O grupo fornece cestas especiais (levando em conta que o portador de câncer necessita de alimentação diferencial), faz encaminhamento ao Hospital de Amor e promove palestras e eventos, tudo sob a coordenação da incansável Luiza Helena Ferreira.
Também é realizado anualmente em Ituverava, o Leilão de Gado Beneficente promovido pelos irmãos Luciano Pereira da Rocha, Rita de Cássia Pereira da Rocha e Vilso Pereira da Rocha, em prol da Fundação Pio XII, mantenedora do Hospital de Amor.

Algumas manchas na pele, pode ser um dos sintomas de câncer

Sinais e sintomas da doença  podem ter difícil identificação 

Considerando que o câncer pode aparecer em diversas partes do corpo, é comum ouvir pessoas comentando sobre a dificuldade de diagnosticar a doença. Diante dessa realidade, o melhor a se fazer é conhecer o próprio corpo e, diante de sinais estranhos, procurar um médico.
Os sinais e os sintomas vão variar conforme a localização da doença. De uma forma geral, alguns sintomas podem estar relacionados com surgimento do câncer, mas não são específicos, ou seja, servem como um alerta para se procurar um médico. Como exemplos, podem ser citados o surgimento de caroço ou inchaço persistente em qualquer lugar do corpo; mudança recente de manchas na pele; tosse ou rouquidão persistente; mudanças no hábito intestinal com mais de seis semanas de duração; qualquer sangramento anormal pela boca, na urina, nas evacuações ou pela vagina; emagrecimento, fraqueza, e perda de apetite e falta de ar persistente, por mais de três semanas.
Quando confirmada a existência da doença, o paciente tem à disposição alguns tratamentos que podem variar de acordo com as condições clínicas de cada um. Em geral, o tratamento para o câncer envolve cirurgia, quimioterapia, imunoterapia e radioterapia. O tratamento depende do tipo específico de câncer, do momento em que é feito o diagnóstico e das ca- racterísticas clínicas do paciente.

Dia mundial

O Dia Mundial de Combate ao Câncer foi criado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para que organizações ao redor do planeta se reúnam para promover a conscientização da prevenção dos vários tipos de câncer, além de dar força aos pacientes que lutam contra esta doença.
O principal objetivo é fazer com que as pessoas discutam a doença, procurem entender sobre ela e saibam informações essenciais referentes ao diagnóstico e tratamento.
A mobilização é extremamente importante para a população, pois a partir de campanhas como essa, são oferecidas informações sobre a doença e conscientização sobre a importância do diagnóstico precoce que resulta em tratamento mais efetivo e com menor mutilação e maior qualidade de vida.