Ex-ministro Milton Ribeiro é preso em operação sobre corrupção no MEC

Ribeiro deixou o Ministério da Educação depois de escândalo sobre liberação de verbas | Foto: Luis Fortes/MEC

A Polícia Federal colocou em prática nesta terça-feira, 22, a operação “Acesso Pago”, que tem como alvos Milton Ribeiro, ex-responsável pelo Ministério da Educação (MEC), além de pastores suspeitos de montar um gabinete paralelo dentro da pasta. O antigo integrante do governo Jair Bolsonaro foi preso preventivamente em Santos (SP).

Ribeiro é investigado sobre suposto favorecimento aos pastores Gilmar Santos e Arilton Moura em esquema de liberação de verbas do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) para prefeituras. A PF se debruça sobre indícios de cobrança de propina para liberação de recursos.

A Polícia Federal colocou em prática nesta terça-feira, 22, a operação “Acesso Pago”, que tem como alvos Milton Ribeiro, ex-responsável pelo Ministério da Educação (MEC), além de pastores suspeitos de montar um gabinete paralelo dentro da pasta. O antigo integrante do governo Jair Bolsonaro foi preso preventivamente em Santos (SP).

Ribeiro é investigado sobre suposto favorecimento aos pastores Gilmar Santos e Arilton Moura em esquema de liberação de verbas do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) para prefeituras. A PF se debruça sobre indícios de cobrança de propina para liberação de recursos.

Fonte:revistaoeste.com