Força Tática fecha fábrica de falsificação de agrotóxicos escondida dentro de autoelétrica

Além da fábrica de falsificação, o local era utilizado como autoelétrica. Quatro pessoas foram detidas e o local foi interditado pela Vigilância Sanitária. Cerca de 2 mil litros de agrotóxicos foram apreendidos. Esta é a terceira apreensão de agrotóxicos falsificados em menos de um mês em Franca

Kaique Castro/GCN

Quatro pessoas foram detidas durante a tarde desta segunda-feira, 25, após a Força Tática da Polícia Militar fechar uma fábrica de falsificação de agrotóxicos que ficava no interior de uma autoelétrica na avenida Lisete Coelho Lourenço, no Jardim Tropical, zona Norte de Franca. Esta é a terceira apreensão de agrotóxicos falsificados na cidade em menos de 1 mês.

De acordo com a Polícia Militar, uma denúncia anônima apontava que o local usava a oficina como fachada e que no interior havia uma fábrica escondida. Os militares foram até o endereço e confirmaram a denúncia.“No local constatamos que havia muito barulho no interior. Verificamos pelas frestas que eles estavam preparando os agrotóxicos. O proprietário do estabelecimento estava no local e confessou que fazia a mistura dos agrotóxicos”, afirmou o sargento Araújo da Polícia Militar.Quatro pessoas trabalhavam na produção e cerca de 2 mil litros já estavam prontos para serem distribuídos. Além dos agrotóxicos, maquinários foram encontrados na fábrica.A Vigilância Sanitária foi acionada, realizou um auto de infração e interditou o estabelecimento. Todos os produtos e maquinários foram apreendidos.

As quatro pessoas que estavam falsificando os agrotóxicos foram encaminhadas para a CPJ (Central de Polícia Judiciária) onde foram apresentadas. A Polícia Civil já investiga o caso. Ainda não se sabe se a apreensão desta segunda-feira tem ligação com as outras apreensões deste mês.

Fonte: gcn.net.br