Hamilton segue tranquilo na temporada 2019

A próxima etapa da Fórmula 1 será neste domingo, 30 de junho, no GP da Áustria

A vida de Lewis Hamilton segue tranquila na busca pelo sexto título mundial de Fórmula 1. O inglês liderou de ponta a ponta, o domingo, 23 de junho, o GP da França e conquistou sua quarta vitória consecutiva na temporada. Companheiro de equipe, Valtteri Bottas terminou na segunda colocação. Com uma corrida em que não chegou a ser atacado e não conseguiu passar Bottas na última volta, Charles Leclerc chegou na terceira colocação e completou o pódio no circuito de Paul Ricard. Companheiro de equipe na Ferrari, Sebastian Vettel fechou na quinta posição.
A vitória leva Lewis Hamilton aos 187 pontos na classificação do Mundial de Pilotos. O inglês abriu ainda mais a vantagem que já tinha para Valtteri Bottas. O finlandês tem 151 pontos.
A próxima etapa da Fórmula 1 será neste domingo, 30 de junho, no GP da Áustria.

Hamilton tem vida fácil na liderança
Lewis Hamilton parece caminhar tranquilo para mais um título mundial. Na França, o inglês foi dominante durante toda a corrida, sem perder a liderança em nenhum momento da prova. Após uma largada tranquila, Hamilton passou a ditar o ritmo e abrir cada vez mais do companheiro de equipe Valtteri Bottas.
Nem mesmo quando parou para trocar os pneus, Hamilton perdeu a posição. Com uma troca rápida, o inglês voltou à frente de Vettel, que naquele momento aparecia em segundo – o alemão ainda não tinha parado nos boxes.
A única pequena preocupação da Mercedes com o inglês foi em relação aos pneus. Pequenas bolhas começaram a aparecer nos compostos de Hamilton. Mas nada que pudesse tirar a vitória dele. Controlando o ritmo, o piloto não teve dificuldades para cruzar a linha de chegada em primeiro.

Sebastian Vettel

Largando apenas na sétima colocação, Sebastian Vettel chegou ao GP da França sabendo que teria fazer uma corrida de recuperação. Mas o início da prova já mostrava que o alemão não teria vida fácil.
Vettel conseguiu sua primeira ultrapassagem apenas na quinta volta, quando deixou para trás Lando Norris. Dois giros depois, foi a vez de deixaR Carlos Sainz para trás.
Com Verstappen à sua frente, Vettel não conseguiu se aproximar na pista e partiu para uma estratégia envolvendo a troca dos pneus. O alemão tentou ficar na pista o máximo possível para tentar ganhar a posição nos boxes, mas uma fritada de pneu na 25ª volta atrapalhou os planos da Ferrari, que havia pedido ao seu piloto para andar “o máximo possível” com aqueles pneus. O erro obrigou a parada nos boxes ser antecipada.
Nem mesmo o bom tempo de troca de pneus (2,2s) foi suficiente para Vettel ganhar alguma posição. O alemão voltou para a pista exatamente atrás de Verstappen. Seria necessário, então, buscar as ultrapassagens na pista. O que não aconteceu. Sem conseguir chegar em Verstappen, Vettel decidiu buscar o ponto extra. O alemão parou nos boxes na última volta para colocar um novo pneu macio e tentar a volta mais rápida da corrida. O plano deu certo: 1min32s740 e o ponto extra para o piloto da Ferrari.