Ituveravenses participam de novo desafio de corrida de rua até o Brejão

Corredores percorreram um trajeto de 18 km de Ituverava ao Brejão (Aramina), em aproximadamente 1h40

Devido à pandemia, movimentar-se nunca foi tão importante para a saúde (física e mental): pelo menos 47% da população brasileira é sedentária, segundo um levantamento feito pela Organização Mundial de Saúde (OMS), e a falta de atividades físicas é um fator de risco para diferentes doenças graves.
Sair da estatística do sedentarismo, além de proporcionar mais energia, também pode beneficiar a qualidade de vida. E foi com esse propósito que o grupo de ituveravenses, liderados pelo profissional de Educação Física Wender Silva de Almeida e pelo engenheiro Matheus Corrêa, participou no domingo, 20 de junho, de um novo desafio de corrida de rua.
Com um número maior de corredores, cerca de 18, alguns participando pela primeira vez, desta vez o destino do desafio foi o Brejão, distrito do município de Aramina. Largando do Posto de Combustível BR, na Avenida Dr. Paulo Borges de Oliveira, os participantes percorreram um trajeto de 18 km, em aproximadamente 1h40.

Feedback
Satisfeito com a repercussão do desafio, que tem se tornado cada vez mais popular entre os esportistas de Ituverava, o personal destacou a importância da atividade física em tempos de pandemia e os benefícios que a corrida pode proporcionar aos praticantes.
“Além de boa forma física, a corrida ajuda a reduzir o risco de diabetes, infarto e AVC, estimula a formação de neurônios, diminui a variação da pressão arterial, melhora a função dos rins, que filtram o sangue, reduz o número de substâncias tóxicas que circulam pelo corpo, aumenta a eficiência do metabolismo e estimula a formação de massa óssea ajudando a prevenir lesões como a osteoporose”, explica Almeida.
“Também pode contribuir para melhorar a qualidade do sono, diminuir o estresse, aumentar a capacidade cardiovascular, ajudar na perda de peso e na diminuição dos níveis de colesterol, ampliar a disposição física e reduzir a depressão e ansiedade”, afirma.

Aumentar a imunidade
Para quem busca fortalecer o sistema imunológico para se proteger do coronavírus, práticas como correr, nadar e pedalar são, segundo ele, uma ótima opção. “Elas aumentam a imunidade, especificamente no aparelho respiratório, principal alvo do coronavírus. Principalmente para os iniciantes, o ideal é caminhar ou correr sem ficar ofegante”, recomenda.
Wender ainda releva que o grupo do desafio no WhatsApp não para de crescer e os atletas já estão ansiosos para uma nova rodada da corrida, prevista para acontecer no próximo mês.

Participantes

Os corredores que toparam a segunda rodada do desafio são: Rejaine Cristina Galdino Nunes de Paula, Desirée Emmanuelle G. dos Santos, Vanessa Torraca Peraro Vaz, Renata de Fátima Nogueira Vieira Mello, Jerverson Golveia, José Milton Duarte Costa, Ronie de Souza Freitas, Luciana Andrade Morais, Matheus Corrêa, Léo Jonathas da Silva, Wellington de Souza Pereira, Bruna de Sousa Borges Fidelis, Renato Moreira da Silva, Maikel César Simão Pereira, Salvador Lopes Ferreira Filho, Gabriel Júnior da Silva Cipriano e Alexandre Marcelo Silva Duarte.
“Agradeço a todos esses atletas pela força e dedicação aos treinamentos. Continuem firmes nessa luta pela qualidade de vida e que Deus nos abençoe hoje e sempre”, completa o profissional de Educação Física Wender Silva de Almeida.