Lula fala sobre operação da PF contra Bolsonaro e aliados

Lula, na Rádio Itatiaia: ‘Eu acho que isso [8 de janeiro] não teria acontecido sem Bolsonaro’ | Foto: Reprodução/Twitter/X

Em entrevista à Rádio Itatiaia, de Belo Horizonte, na manhã desta quinta-feira, 8, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva falou sobre a Operação Tempus Veritatis, deflagrada nesta quinta pela Polícia Federal contra o ex-presidente Jair Bolsonaro e aliados.

Ele ressaltou que as investigações são sigilosas, mas disse que “tem muita gente que vai ser investigada porque o dado concreto é que houve uma tentativa de golpe, houve uma política de desrespeito à democracia, uma tentativa de destruir aquilo que construímos há tantos anos”.

O petista disse que é preciso descobrir quem financiou os atos de 8 de janeiro e, mais uma vez, atribuiu responsabilidade a Bolsonaro. “Essa gente precisa ser investigada. Nós queremos saber quem pagou, quem financiava os acampamentos.”

Sobre a participação do ex-presidente, Lula disse: “Eu acho que isso não teria acontecido sem ele.” E prosseguiu: “O cidadão que estava no governo não estava preparado para ganhar [as eleições] e não estava preparado para perder, não estava preparado para sair. Tanto é que foi embora para os EUA porque ele deve ter participado da construção dessa tentativa de golpe.”

Apesar disso, Lula defendeu a presunção de inocência para Bolsonaro: “O que eu acho e que eu quero é que o seu Bolsonaro tenha a presunção de inocência que eu não tive.”

Pouca coisa no mundo é mais séria do que as urnas eletrônicas, diz Lula

Ao responder sobre a suposta participação de Bolsonaro nos atos de 8 de janeiro, Lula disse que o comportamento do ex-presidente leva a crer no envolvimento dele. Uma das condutas seriam os questionamentos acerca da segurança das urnas eletrônicas. “Ele ficava mentindo sobre as urnas e usando a tática de criar na sociedade um descrédito.”

Fonte: revistaoeste.com