Mais de um quarto do eleitorado de Ituverava é formado por idosos

Índice está próximo do registrado em outras cidades da região e do país como um todo

Foto de arquivo das últimas eleições em Ituverava

O mais recente levantamento do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), referente a setembro de 2020, aponta que Ituverava tem 30.230 eleitores, divididos em 104 seções eleitorais. Desse total, a maior parte tem entre 45 a 59 anos, grupo que conta com 7.400 pessoas e representa 24,48% do eleitorado.
Em seguida aparecem as faixas etárias de 35 a 44 anos (6.131 – 20,28%), 25 a 34 anos (5.408 – 17,89%), 60 a 69 anos (4.139 – 13,69%), 70 a 79 anos (2.406 – 7,96%), 21 a 24 anos (2.115 – 7%), superior a 79 anos (1.483 – 4,91%), 18 a 20 anos (1.047 – 3,46%), 17 anos (86 – 0,2%) e 16 anos (15 – 0,05%).
O levantamento demonstra que Ituverava tem boa parte de seu eleitorado formada por idosos, pois somando todas as faixas etárias acima dos 60 anos, o número chega a 8.028 (26,55% do total).
Os números estão próximos dos registrados em todo o país. No total, são 30 milhões de pessoas a partir de 60 anos aptas a votar nas eleições de 2020, número equivalente a 20% do eleitorado, o maior percentual já registrado desde 1992.
As cidades da região também acompanham essa realidade. Em São Joaquim da Barra, dos 37.768 eleitores, 8.644 são idosos (22,8%). Em Orlândia, a porcentagem é de 23% (7.227 idosos em um total de 31.399 eleitores); em Aramina, 24,4% (1.141 idosos em um total de 4.665 eleitores); em Buritizal, 24,5% (919 idosos em um total de 3.741 eleitores); em Guará, 21,4% (2.962 idosos em um total de 13.777 eleitores).
Em Igarapava, 25,5% (5.479 idosos em um total de 21.474 eleitores); em Jeriquara, 16,4% (489 idosos em um total de 2.965 eleitores) e em Miguelópolis, 20,4% (2.930 idosos em um total de 14.313 eleitores).

Cidades maiores
Ribeirão Preto, maior cidade da região, tem 106.947 pessoas com mais de 60 anos de idade aptas a votar nas eleições de 2020. O número representa 24% do eleitorado do município, que conta com 441.845 eleitores.
Franca, segunda maior cidade da região, tem 238.124 eleitores, dos quais 54.470 são idosos. O número corresponde a 22,8%.

Número de idosos no país saltou de 9 para 30 milhões desde 1992

Nestas eleições, os idosos terão horário preferencial no dia da votação (das 7h às 10h), e as seções eleitorais devem adotar uma série de medidas para evitar a disseminação da Covid-19, como o uso do álcool em gel e as recomendações de levar a própria caneta e manter a distância de pelo menos 1 metro do outro eleitor na fila. Também é obrigatório usar máscara facial no local da votação.
A participação dos idosos no eleitorado brasileiro tem crescido nas últimas décadas. Em 1992, por exemplo, esse público representava 10% do eleitorado. Em 2000, era 13%. Em 2010, 15%. Nestas eleições, 20%.
Em números absolutos, a quantidade de eleitores idosos saltou de 9,5 milhões em 1992 para 30,2 milhões em 2020, segundo os dados do TSE, que podem apresentar diferenças em razão dos processos de atualização dos cadastros de eleitores.
Essa tendência observada entre os eleitores reflete o fenômeno da transição demográfica que o Brasil está vivendo, segundo o demógrafo do IBGE Márcio Mitsuo Minamiguchi. Isso deve continuar até 2060, quando o Brasil deverá ter cerca de 30% de pessoas acima de 60 anos.

Estrutura da população

“O tamanho do eleitorado de idosos está intimamente ligado à estrutura da população. Os idosos são uma parcela bastante representativa da sociedade. O envelhecimento da população é reflexo do que chamamos de transição demográfica, que consiste na passagem de níveis mais altos para níveis baixos tanto de fecundidade quanto de mortalidade”, diz.
“Com a redução da fecundidade, as gerações têm menos filhos. Isso leva a um estreitamento da base da pirâmide e, por outro lado, com o aumento da expectativa de vida e a redução da mortalidade temos chances maiores de as pessoas chegarem a idades avançadas. Esses dois efeitos levam a esse processo de envelhecimento da população”, completa Márcio Mitsuo Minamiguchi.

Número de eleitores idosos em cidades da região

Ituverava
Eleitorado: 30.230
Idosos aptos a votar: 8.028 (26,55%)
População: 41.824 habitantes

São Joaquim da Barra
Eleitorado: 37.768
Idosos aptos a votar: 8.644 (22,8%)
População: 51.888 habitantes

Orlândia
Eleitorado: 31.399
Idosos aptos a votar: 7.227 (23%)
População: 44.028 habitantes

Igarapava
Eleitorado: 21.474
Idosos aptos a votar: 5.479 (25,5%)
População: 30.242 habitantes

Miguelópolis
Eleitorado: 14.313
Idosos aptos a votar: 2.930 (20,4%)
População: 22. 226 habitantes

Sales Oliveira
Eleitorado: 8.151
Idosos aptos a votar: 1.865 (15,54%)
População: 11.998 habitantes

Guará
Eleitorado: 13.777
Idosos aptos a votar: 2.962 (21,4%)
População: 21.220 habitantes

Aramina
Eleitorado: 4.665
Idosos aptos a votar: 1.141 (24,4%)
População: 5.620 habitantes

Buritizal
Eleitorado: 3.741
Idosos aptos a votar: 919 (24,5%)
População: 4.481 habitantes

Jeriquara
Eleitorado: 2.965
Idosos aptos a votar: 489 (16,4%)
População: 3.159 habitantes

Ribeirão Preto
Eleitorado: 441.845
Idosos aptos a votar: 106.947 (24%)
População: 694.543 habitantes

Franca
Eleitorado: 238.124
Idosos aptos a votar: 54.470 (22,8%)
População: 353.187 habitantes