Movidos pela fé, fiéis fazem corrente de oração para pacientes com Covid-19

Evangélicos se reuniram em torno da Santa Casa de Ituverava, no último domingo, 21

Ao redor da Santa Casa, evangélicos oram pela cura dos enfermos de coronavírus

Nos arredores da Santa Casa de Ituverava, onde profissionais da saúde se dedicam incansavelmente no atendimento a pacientes com Covid-19, fiéis dedicaram seu tempo e energia para orar para enfermos e equipe da Covid-19.
No domingo, 21 de fevereiro, uma verdadeira corrente de oração se formou ao redor da instituição de saúde, unindo diversas pessoas pela fé, devoção e esperança.
A iniciativa, que durou cerca de 50 minutos, é de várias igrejas evangélicas de Ituverava, que se uniram em prol de um bem comum: clamar a Deus pela cura espiritual e física das pessoas internadas infectadas pela Covid-19, pelo suporte emocional e espiritual às equipes de saúde que estão na linha de frente e também pela Nação Brasileira e mundo em que vivemos.
A corrente de oração reuniu cerca de 150 fieis que caminharam em torno da instituição de saúde, protagonizando momentos de oração e muita emoção. “Rodeamos todo o quarteirão da Santa Casa em marcha de clamor e oração e, logo depois, seguimos até o Hospital e Maternidade de Ituverava – São Jorge, onde também cantamos e levantamos clamores”, afirma o pastor da Igreja Assembleia de Deus – Ministério do Belém, Alexandre Eduardo Rosato, um dos idealizadores da ação.
“A fé nos faz enxergar além da visão natural, cria em nós energia e disposição para lutarmos pela cura e melhoria de nossas vidas, em todas as áreas. A pessoa sem fé se entrega para as dificuldades e, muitas vezes, sem ao menos tentar lutar por algum objetivo”, afirma o pastor.

Gesto de fé
Manifestações religiosas desta natureza são muito bem vindas, principalmente nesse momento delicado pelo qual estamos passando. O gesto de fé e solidariedade renova as esperanças das famílias, além de fortalecer o trabalho dos profissionais de saúde e fazer a humanidade começar a olhar mais para o próximo com olhos de amor e solidariedade.
“As orações trazem uma ‘oxigenação’ especial para as pessoas, aos profissionais de saúde, aos pacientes e às pessoas de bem que, através de uma ação inspiradora e motivacional, também sentem o desejo e necessidade de realizarem trabalhos de ajuda ao próximo como esse”, destaca Rosato.

Pensamento positivo
O pastor ainda ressalta a importância do pensamento positivo mesmo para quem não é religioso. “Cito uma frase que gosto muito: ‘O covarde nunca começa. O fracassado nunca termina, mas o VITORIOSO nunca desiste’. O pensamento positivo traz a força de lutar, e quem luta confiando na força de Deus, com certeza, já é um VITORIOSO”, declara.

Agradecimento
O pastor Alexandre Eduardo Rosato agradece a todos que, de uma maneira ou de outra, colaboraram com o evento. “Agradecemos, primeiramente, a Deus por nos dar a direção e estratégia para realizarmos esse movimento de clamor e oração, aos pastores amigos que participaram do evento: Cléber – Igreja Metodista do Brasil; Saul – Igreja Presbiteriana; Charles – Igreja da Unidade; Valéria – Igreja da Graça; Reginaldo – Nação dos sobreviventes em Cristo; Willian – Igreja de Cristo Jesus; Antônio – Igreja Vivendo em Cristo e a Manoel Gomes Ferreira, que além de pastor também é vereador no município”, agradece.
“Também não podemos deixar de agradecer ao prefeito Luiz Araújo e sua assessoria e à direção da Santa Casa de Ituverava e do Hospital e Maternidade de Ituverava – São Jorge, assim como todos os seus colaboradores”, completa o pastor Alexandre Eduardo Rosato.