Relembre as datas que devem ter atenção dos candidatos do Enem

As inscrições estão abertas para a edição 2021 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), porta de entrada para grande parte dos cursos universitários do Brasil e até alguns do exterior.
Confira a seguir seis pontos-chave para ter em mente na inscrição e nos preparativos para as provas, bem como datas das quais você não pode esquecer:

14 de julho
É a data final, até às 23h59, para as inscrições ao Enem 2021, pelo site do Inep, órgão do Ministério da Educação responsável pelo Enem.
O prazo vale para quem quer se inscrever tanto ao Enem impresso (em papel) ou digital (aplicada em computador especial no local da prova). Pela primeira vez, as provas em papel e digital serão iguais e aplicadas nos mesmos dias.
Neste ano, há um número limitado de vagas por Estado e município (totalizando 101.100 vagas) para o Enem digital, mas o objetivo é que, até 2026, todas as provas do exame sejam aplicadas nesse formato – que é considerado de logística mais fácil.
Um ponto importante: o Enem digital só está disponível para quem já concluiu o Ensino Médio ou vai concluir em 2021. Treineiros, portanto, têm necessariamente de prestar o Enem impresso.

O que ter em mãos (e em mente) na inscrição
Documentos: Para se inscrever, o participante coloca seu número de CPF, data de nascimento e preenche seus dados pessoais e socioeconômicos. Também escolhe se prefere prestar prova de Inglês ou Espanhol como Língua Estrangeira.
O participante vai precisar também de uma cópia digitalizada (frente e verso) de um documento oficial que tenha foto (CNH, RG, passaporte, por exemplo).
Muitos alunos ficam inseguros com suas fotos e acabam deixando esse ponto para a última hora ou esquecendo dele, explica Vinicius de Andrade, criador do Projeto Salvaguarda, que ajuda jovens de escolas públicas no acesso a cursos superiores.
A dica, então, é não deixar isso para última hora, nem esquecer – sob risco de não conseguir concluir o cadastro.
O participante vai precisar criar um cadastro e senha para a Página do Participante do Enem, no site sso.acesso.gov.br. É com esse cadastro que o inscrito vai poder acompanhar sua inscrição, local de prova etc. E também fazer eventuais alterações de dados cadastrais – além de checar os resultados do exame, quando for a hora.

19 de julho
É a data final para pagar os R$ 85 da taxa de inscrição, no caso de alunos que não são isentos (quem tem direito à isenção: alunos que fizeram todo o Ensino Médio na rede pública, que cursam o último ano do Ensino Médio na rede pública, que são ou foram bolsistas em escolas particulares ou que são inscritos no CadÚnico do governo federal).
Vale lembrar que o período para pedir isenção da taxa já passou, e os resultados foram divulgados em 25 de junho (estão disponíveis na Página do Participante).
Quem precisa pagar a taxa deve ter em mente que só depois do pagamento a inscrição no Enem é, de fato, finalizada.
Cartão de Confirmação
da Inscrição
Após fazer seu cadastro e concluir sua inscrição, o participante vai receber (em data ainda a ser definida) o Cartão de Confirmação de Inscrição, com os detalhes da prova, hora e local etc.
A recomendação do Inep (órgão do Ministério da Educação responsável pelo Enem) é que o participante imprima esse cartão e leve ele consigo no dia da prova.

21 e 28 de novembro
São as datas previstas para o Enem 2021. O primeiro dia será dedicado a Linguagens, Redação e Ciências Humanas (História, Geografia, Filosofia e Sociologia). O segundo dia será das provas de Matemática e Ciências da Natureza (Química, Física e Biologia). Cada uma dessas provas vai ter 45 perguntas de múltipla escolha.
Até o momento, a determinação prevista no edital do Enem 2021 é de que será obrigatório o uso de máscaras nas provas do exame, igual à edição de 2020. Ainda não está claro se haverá restrições à ocupação das salas, como houve no ano passado.