Sala de Situação de Dengue retoma trabalho em Ituverava

Reunião da Sala de Situação da Dengue, Zika e Chikungunya

Na última quarta-feira, 16 de outubro, a Prefeitura, através da Secretaria da Saúde, retomou as reuniões da Sala de Situação da Dengue, Zika e Chikungunya, que tem como objetivo propor e executar ações para combater as doenças no município.
Segundo a Assessoria de Imprensa da Prefeitura, o evento foi realizado na sala de reuniões da Prefeitura e contou com a presença do vice-prefeito, Dr. Alcides Antônio Maciel Júnior, dos vereadores Adauto Barbosa de Matos e Ana Paula Yanosteac Mário, das secretárias municipais Janine Carvalho Ferreira Rokutan – Saúde, Maria Cláudia Rodrigues – Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Antônio Abdalla – Obras e Serviços Urbanos.
Também participaram da reunião representantes da Secretaria da Saúde, Atenção Básica, Vigilância Epidemiológica, Vigilância em Saúde, secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos.
Foi enfatizada a importância do trabalho contínuo no combate ao mosquito Aedes aegypti, através da retirada de criadouros do mosquito pelos Agentes de Combate a Endemias e a equipe do Programa Frente de Trabalho.
“Todos os presentes mostraram preocupação em relação à conscientização da população, que ainda mantém atitudes que contribuem com a proliferação do mosquito, motivo pelo qual será reforçado o trabalho de retirada dos criadouros em áreas onde foram registradas uma densidade larvária maior do que o padrão considerado aceitável pela Vigilância em Saúde, e desenvolvidas ações de conscientização.
Combate deve contínuo
O vice-prefeito Dr. Alcides Antônio Maciel Júnior, enfatiza a importância do trabalho de combate à Aedes. aegypti. “O combate ao mosquito Aedes aegypti é um dever de todos, Poder Público, entidades privadas e população. Todos devemos estar conscientes desse papel e contribuir com o trabalho realizado ininterruptamente pela Prefeitura”, enfatiza Maciel Júnior. “A Sala de Situação da Dengue é uma iniciativa muito importante da Prefeitura, através da Secretaria da Saúde, pois aproxima todos os setores para trabalhar em conjunto no combate ao Aedes. Este trabalho não pode parar, apesar de que, felizmente, termos poucos casos suspeitos da doença, mas o trabalho deve ser e será constante em nosso município. Por isso, mais uma vez, contamos com o apoio de todos”, observa a secretária da Saúde, Janine Carvalho Ferreira Rokutan

População

As ações que podem ser realizadas pela população para colaborar com o combate ao Aedes são: manter limpas caixas e calhas d’água, piscinas, tambores e cisternas; eliminar focos de acúmulo de água como tampas e latas de refrigerante ou cerveja embalagens vazias, sacos plásticos, lixeiras e cisternas; colocar areia no prato dos vasos de plantas; descartar corretamente pneus que não estão sendo utilizados; dentre outras ações.