São Paulo libera 12 mil torcedores no estádio para duelo Brasil x Argentina, pelas eliminatórias

Neymar e Messi se enfrentaram pela última vez na final da Copa América, entre Brasil e Argentina, com público no Maracanã – (crédito: Mauro Pimentel/AFP)

O duelo entre Brasil e Argentina pelas eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo, no dia 5 de setembro, às 16h (de Brasília), terá 12 mil torcedores nas arquibancadas da Neo Química Arena (estádio do Corinthians).
A Secretaria de Esportes do Estado de São Paulo anunciou na terça-feira, 24 de agosto, que a partida será um evento-teste para a liberação de público nos estádios locais, com protocolos específicos a serem seguidos.
Segundo a nota, para entrar no estádio, os torcedores deverão apresentar um teste negativo para a Covid-19 realizado em, no máximo, 48 horas antes do evento. Depois da partida, todos os presentes serão testados mais uma vez e terão o estado de saúde acompanhado por mais 15 dias.
A Secretaria de Esportes cita que a liberação pontual ocorre em um cenário da pandemia no qual a ocupação dos leitos de UTI no estado caiu para menos de 40%, além do avanço da vacinação.
São Paulo atingiu, recentemente, 33% da população totalmente imunizada, com as duas doses ou uma vacina de dose única, e 74% com uma dose.

Confronto
O confronto contra a Argentina será o segundo de uma sequência de três compromissos da Seleção Brasileira pelas Eliminatórias na data Fifa de setembro. Antes, a equipe de Tite pega o Chile, em Santiago, no dia 2 de setembro, e depois, no dia 9 de setembro, enfrenta o Peru, na Arena Pernambuco.
O Brasil é líder isolado das eliminatórias, com 18 pontos conquistados nas seis primeiras rodadas, mantendo 100% de aproveitamento. A vantagem para a Argentina, segunda colocada, é de seis pontos. A diferença para o Uruguai, que fecha a zona de classificação direta para a Copa do Mundo de 2022, em quarto, são 10 pontos.

Veja a nota da Secretaria de Esportes de São Paulo
“A Secretaria de Esportes do Estado informa que a partida entre Brasil e Argentina, no próximo dia 5, será um evento-teste, com a participação de 12 mil torcedores. Será autorizada apenas a presença de torcedores que apresentarem teste negativo realizado em até 48 horas antes do evento. Após a partida, todo o público presente será testado e acompanhado por 15 dias. O cenário atual da pandemia, com diminuição da ocupação de leitos de UTI para menos de 40% em todo o Estado e o avanço da vacinação, permite que sejam realizados eventos-teste, com controle e acompanhamento de especialistas.”