Semifinais da Libertadores: frustrante de um lado, eletrizante do outro

A diferença da dinâmica, da intensidade, da agressividade foi gritante nesse meio de semana de semifinais da Libertadores.
Palmeiras 0 x 0 Atlético-MG foi uma grande decepção, muito pela covardia do esquema usado pelo técnico Abel Ferreira.
Como pode o atual campeão continental, segundo colocado no Brasileirão, jogando em casa, não dar um chute a gol?
O Palmeiras jogou para não sofrer gols, não para marcar. E só não correu risco de perder feio a partida porque o Hulk desperdiçou o pênalti no primeiro tempo. Caso contrário, seria difícil segurar a força do Galo.
O 0 a 0 até que caiu do céu para o Verdão, porque agora vai para o Mineirão tendo a vantagem de qualquer empate com gols, o que força o Atlético a vencer a partida.

Flamengo
Falando de futebol de verdade, foi o que o Flamengo mostrou novamente. Deu show no Maracanã na vitória de 2 a 0 sobre o Barcelona, com o público gritando, vibrando e vendo seu time desfilar em campo.
O importante foi que Flamengo e Barcelona jogaram aberto, procurando o gol desde o início da partida.
O time equatoriano escolheu agredir, em vez de se fechar. Optou por tentar marcar gols. E antes do primeiro gol do Flamengo, o goleiro Diego Alves fez no mínimo três defesas muito difíceis, salvando o time naquele momento.

Destaques
Mas depois do primeiro gol do Bruno Henrique, o Flamengo tomou conta do jogo, terminando o primeiro tempo vencendo por 2 a 0 e com um jogador do Barcelona expulso.
Os destaques foram as ótimas atuações do Bruno Henrique e do Diego Alves, além da boa estreia do David Luiz.
Esperava que o Flamengo fosse para cima, marcando pressão, forçando o erro do adversário, já que estava com um jogador a mais. Mas não foi assim. O ritmo do jogo caiu muito, e o time da Gávea perdeu uma grande chance de definir a classificação para a final nesse jogo.
O Flamengo é mais time, mas vai ter que ficar atento lá em Guayaquil. O Barcelona mostrou que é um time que joga para fazer gols, que é agressivo. E pelas condições de ter jogado com dez jogadores o segundo tempo todo, conseguiu segurar o resultado.

Técnicos
O Renato Gaúcho e o Fabián Bustus, treinador do Barcelona, fizeram os seus times jogarem para frente, para vencer. Foi uma ótima partida, completamente diferente de Palmeiras x Atlético MG.

Próximas partidas da semifinal
Na semana que vem, tudo se decide. Acredito que o Flamengo irá para a final, e o adversário será aquele que tiver mais coragem de ganhar do que medo de perder.