Síndrome da Apneia Obstrutiva do Sono e os despertares noturnos

É cada vez mais evidente a importância do sono na rotina. A hora de dormir é um dos momentos mais importantes do dia, marcado pela reposição da energias e também para regulação do corpo, buscando a renovação para o dia seguinte. Porém, algumas doenças e condições podem atrapalhar, despertar e não reparar o sono, como é o caso da Síndrome da Apneia Obstrutiva do Sono(SAOP).
A SAOP é considerada um transtorno respiratório com capacidade de fragmentar a arquitetura do sono, devido aos recorrentes despertares noturnos e às pausas respiratórias que poderão acarretar alterações funcionais, neurocognitivas e psicossociais.
Ela representa um problema de saúde pública, por causar aumento dos acidentes de trânsito e trabalho, bem como a morbi – mortalidade cardiovascular. Esta síndrome está intimamente relacionada a meia idade, sexo masculino, hormônios, fatores genéticos, gordura corporal, postura, síndrome de Down, acromegalia e hipotireoidismo.
E quais são os sintomas mais comuns dessa doença? Os sintomas podem ser diurnos e noturnos. Durante o dia, está presente a sonolência excessiva, refluxo gastroesofágico, impotência, irritabilidade e dores de cabeça (principalmente ao acordar). Já a noite durante o sono, nota-se pausas respiratórias (sensação de sufocamento), suor excessivo, sono agitado e o ronco.
Para tratar essa doença, existem medidas simples que podem melhorar o sono e evitar esses sintomas. Elas consistem em: perda de peso e prática de exercício físico, evitar dormir de barriga para cima e evitar consumo de bebidas alcoólicas (principalmente nas horas antes de dormir).
Os médicos devem ser sempre procurados em todos os casos de dificuldade de manter o sono para a melhor forma de tratamento, com o objetivo de promover a recuperação mais rápida e confortável do paciente.
Esse artigo sob o tema: Síndrome da Apneia Obstrutiva do sono e os despertares noturnos, foi escrito por Bruno Tolentino Foroni, que é estudante do 6° período do curso de Medicina da Faculdade FACISB, orientado pela Professora Ludmila Pereira Barbosa.

Bruno Tolentino Foroni é filho de Adilson Foroni dos Santos e Selma Helena Peres Tolentino Foroni e tem o irmão de Rafael Tolentino Foroni