Tenista Sara Teoro tem um final de ano agitado

A tenista Sara Teoro e o seu novo treinador no Nordeste, João.

A ituveravense revela o desejo de ingressar em uma universidade nos Estados Unidos, em agosto do próximo ano

As últimas semanas têm sido movimentadas para a jovem tenista ituveravense Sara Teoro de Morais. Nos dias 14 e 15 de novembro, ela disputou um Torneio Interno de Dupla – Pedra 90, na Sociedade Recreativa e de Esportes de Ribeirão Preto.
Na categoria mista, Sara e o seu parceiro, Otávio Turazza chegaram às semifinais. Já na categoria dupla feminina, ao lado da tenista Pietra Oliveira, a ituveravense sagrou-se campeã.
No último final de semana, a tenista participou da Copa Seb-Thathi Maple Bear, realizada em Araçatuba, valendo uma semana de treinamento na One Point Academy em Boca Raton, nos Estados Unidos. Sara disputou a categoria Infanto-Juvenil de 14 a 18 anos e chegou bem perto da vitória, mas foi derrotada na final por Catarina Melleiro, ficando com o vice-campeonato, após quase 3 horas e meia de jogo.

Mudança
Mirando uma carreira internacional no tênis, a jovem promessa do esporte está de malas prontas para se mudar para Natal, no Rio Grande do Norte, onde encontrou a oportunidade perfeita para intensificar sua performance no esporte nos próximos meses.
“Uma semana antes da Copa Seb-Thathi Maple Bear, havia passado uma temporada em Natal, treinando no AeroClube, com Gonçalo Fisher e o João Felipe Araújo, que me acompanharam em Araçatuba. Quando fui para os Estados Unidos, no ano passado, conheci algumas pessoas que treinavam com o João Felipe em Natal, e isso despertou meu interesse de conhecer uma equipe nova e maior”, conta a tenista.
“Porém, só tive a oportunidade de conhecer a cidade há pouco tempo e agora voltar para ficar de vez. Também já havia conhecido o trabalho do João Felipe pelos torneios e redes sociais, que sempre foram bastante movimentadas devido os resultados dos atletas”, observa.

Experiência no nordeste
Questionada sobre a mudança, ela diz que, ao contrário do que algumas pessoas pensam, a experiência na cidade nordestina pode ser bastante produtiva para o seu amadurecimento como atleta.
“Algumas pessoas me questionam o que perdi em Natal, mas, na verdade, a pergunta deveria ser ‘o que eu encontrei’. João Felipe é uma pessoa incrível, dedicada e que torna muita coisa possível”, destaca Sara.
“Tudo aconteceu muito rápido, conheci Natal, e duas ou três semanas depois já estava decidida a me mudar. As pessoas são muito acolhedoras, especialmente a equipe, além da esposa do João Felipe e a Juliana, que cuida muito bem de todos nós”, relata.

Receio
Mesmo com o coração apertado em ver a filha sair de casa pela primeira vez, os pais de Sara, Rogéria Teoro de Morais e Arilson de Carvalho Morais apoiaram a decisão e seguem torcendo pelo sucesso da tenista no esporte.
“No início, meus pais ficaram um pouco assustados por eu ter escolhido ir pra tão longe de casa, mas se não fosse agora, seria daqui um tempo para os Estados Unidos. Fico muito feliz por estarem me apoiando, independente das condições. Acredito que não vai ser fácil, mas vamos conseguir superar mais essa etapa”, afirma.
“Sou muito grata as inúmeras pessoas que têm contribuído para viabilizar a minha carreira no tênis, mas gostaria de agradecer, principalmente, os meus treinadores Maurício Marques e Diego Meirelles, pela dedicação e tempo dispensados, o Ivan Junqueira, da academia Studio Corpo pelo suporte oferecido enquanto eu ainda estava em Ituverava e, por fim, a diretoria do Tênis Clube de São Joaquim da barra, que me acolheu quando precisei”, agradece.

Estados Unidos
Sempre pensando além, a tenista revela o desejo de ingressar em uma universidade nos Estados Unidos, em agosto do próximo ano. “As propostas já começaram a surgir, mas ainda preciso melhorar alguns resultados”, completa Sara Teoro Morais.

A atleta

Sara Teoro de Morais é filha de Rogéria Teoro de Morais e Arilson de Carvalho Morais, e tem a irmã Maria Vitória Teoro de Morais.