Três excelentes livros para quem quer conhecer grandes cineastas

Seja por meio de entrevistas ou de relatos em primeira pessoa, diversos cineastas já abordaram suas ideias e seus processos criativos em livros bastante interessantes. Confira alguns deles:

Meu último suspiro (Luis Buñuel)
O diretor de clássicos do cinema cult aborda, já no fim da vida, temas como cinema, política, relação com os surrealistas e os encontros com grandes figuras importantes para a arte e para as ciências humanas, como Federico García Lorca, Salvador Dalí, Man Ray, Charlie Chaplin, Jorge Luís Borges, Claude Lévi-Strauss, Antoine de Saint-Exupéry, Georges Bataille, Fritz Lang, Jacques Lacan, Pablo Picasso, Vittorio De Sicca e Alfred Hitchcock.
Três filmes para conhecer o cinema de Buñuel: O Anjo Exterminador, A Bela da Tarde e O Discreto Charme da Burguesia.

O cinema segundo Bergman (Stig Björkman, Torsten Manns e Jonas Sima)
Organizado por três jornalistas, o livro reúne entrevistas com Ingmar Bergman, um dos maiores cineastas de todos os tempos.
Na obra, o diretor discute as reflexões filosóficas de seus filmes, o processo de filmagem das principais obras e sua relação com atores, atrizes e outros cineastas.
Três filmes para conhecer o cinema de Bergman: O Sétimo Selo, Persona e Morangos Silvestres.

Hitchcock/Truffaut Entrevistas
Dois grandes cineastas conversam abertamente sobre diversos temas ligados ao cinema, desde as primeiras ideias abstratas para um filme até a elaboração de roteiros e a construção das cenas.
Excelente indicação para quem deseja conhecer um pouco mais sobre o processo criativo de Alfred Hitchcock e François Truffaut.
Três filmes para conhecer o cinema de Hitchcock: Psicose, Janela Indiscreta e Um Corpo que cai.
Três filmes para conhecer o cinema de Truffaut: Os incompreendidos, Jules e Jim – Uma Mulher para Dois e Beijos Proibidos.

Bruno da Silva Inácio é jornalista, mestre em Comunicação e pós-graduado em Literatura Contemporânea, Política e Sociedade e Cultura e Literatura. Atualmente cursa quatro especializações (Cinema, Teoria Psicanalítica, Antropologia e Gestão da Comunicação) e reside em Uberlândia, onde trabalha como assessor de imprensa da Prefeitura.
É autor dos livros “Gula, Ira e Todo o Resto” e “Devaneios e alucinações”, participante de outras quinze obras literárias e colaborador da Tribuna de Ituverava e dos sites Obvious, Provocações Filosóficas e Tenho Mais Discos que Amigos.
Também manteve, entre 2015 e 2019, a página “O mundo na minha xícara de café”, que chegou a contar com 250 mil seguidores no Facebook.